Coronavírus: R$ 4 bilhões serão destinados para pequenas empresas

O BNDES anunciou que irá destinar R$ 4 bilhões para ajudar as pequenas empresas durante o coronavírus. Continue a leitura para saber mais.



Anúncios



Anúncios

R$ 4 bilhões para pequenas empresas

auxilio emergencial

Nesta última quarta-feira (06/05) o BNDES anunciou que irá destinar R$ 4 bilhões para ajudar as pequenas empresas durante o coronavírus.

A verba porém, deverá primeiramente ir para as gestoras de recursos que são focadas em empréstimos e financiamento para esse tipo de empresa para posteriormente ser dirigida para quem realmente precisa.

As micro e pequenas empresas foram fortemente abaladas com a chegada do coronavírus. Por isso, esses recursos serão destinados para minimizar o problema nesse momento tão delicado.

Medidas que estão sendo tomadas no combate ao Coronavírus

Desde quando foi registrado o primeiro caso da doença no Brasil, o governo vem tomando diversas medidas para minimizar os impactos econômicos causados pela Covid-19.



Anúncios



Anúncios

Primeiramente, foi anunciado a Medida Provisória 936 que permitiu às empresas reduzirem a carga horária dos funcionários com redução salarial.

Desse modo, a diferença salarial que o funcionário deixa de receber por conta da redução da jornada de trabalho é paga pelo próprio governo federal.

Uma outra medida que também foi adotada pelo governo foi uma linha de empréstimo para pagar o salário dos funcionários durante dois meses durante a pandemia.



Anúncios

Essa linha de crédito foi aprovada com juros SELIC, sem o spread bancário, para evitar que ocorresse uma demissão em massa nesse momento.

Outros auxílios como o emergencial e o BEm também procuraram garantir menos turbulência para os profissionais que não possuíam segurança nesse momento.

Agora o governo lança mais uma linha de crédito, para evitar que o recesso econômico causado pelo coronavírus se intensifique ainda mais.


Veja também:


Ajuda do BNDES para as pequenas empresas

Ao todo serão aproximadamente 10 fundos de crédito privado que deverão receber o investimento do BNDES. Esses fundos já deverão ser selecionados na próxima semana.

Eles são geralmente financiados por investidores institucionais e oferecem uma alternativa aos empréstimos bancários tradicionais para as micro e pequenas empresas.

Essas empresas, diferente das grandes organizações, não possuem capacidade de se financiar por meio de emissão de dívidas ou por oferta pública de ações.



Anúncios

No mês passado cerca de R$ 40 bilhões já haviam sidos destinados pelo governo por meio dos grandes bancos para que pequenas e médias empresas pudessem pagar a folha salarial sem precisar demitir.

No entanto, até o momento, somente ¼ deste valor foi usado. O que mostra que grande parte das empresas também está desbancarizada ou até mesmo não teve acesso à informação sobre esse fundo.

Portanto, para procurar chegar ao pequeno empresário de forma mais efetiva, essa nova linha de crédito será destinada por outro caminho que não os bancos tradicionais.

O coronavírus e a economia brasileira

O coronavírus está causando um verdadeiro estrago na economia brasileira. Muitos estabelecimentos estão quase há 60 dias com as portas fechadas e sem saber quando poderão reabrir.

Como no Brasil a grande maioria dos pequenos negócios não possui sequer caixa para aguentar 30 dias de atividade, a situação acaba se tornando ainda mais complicada diante de uma quarentena.

Acredita-se que grande parte dos pequenos negócios sequer conseguirão reabrir as portas ao final desta pandemia. No entanto, qualquer ajuda governamental é fundamental neste momento para se evitar um colapso maior.

Como não há uma vacina e nem um remédio com cura comprovada, não se sabe até onde o coronavírus poderá ir. Estamos diante de algo desconhecido que veio para abalar tanto os pilares econômicos quanto às estruturas sociais do mundo.



Anúncios

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe essa notícia com seus amigos nas redes sociais.