Auxílio Emergencial terá mais duas parcelas de R$ 600

Uma boa notícia para quem recebe o auxílio emergencial: haverá prorrogação de duas parcelas do benefício no valor de R$ 600. Saiba mais a seguir.

Publicidade
Publicidade

Auxílio Emergencial

emprestimo1

O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (30) pelo presidente da República, e segundo Paulo Guedes em entrevista à CNN Brasil, haverá prorrogação de duas parcelas do auxílio emergencial no valor de R$ 600.

Nos últimos dias muito se falou sobre a prorrogação do auxílio emergencial, sendo que o governo federal já havia sinalizado que o benefício seria prorrogado.

Entretanto, havia divergências entre o governo federal e o congresso sobre o valor das parcelas. Pois, de acordo com o ministério da Economia, o valor de R$ 600 por parcela seria inviável para o orçamento público.

Anúncio oficial e publicação no Diário Oficial da União

Apesar do ministro da Economia já ter antecipado pela manhã, foi somente na tarde de terça-feira (30), em cerimônia no Palácio do Planalto que a prorrogação do auxílio emergencial em mais duas parcelas foi oficializado.

Anúncios
Publicidade

O presidente Bolsonaro que há alguns dias atrás chegou a dizer que vetaria a prorrogação no valor de R$ 600 voltou atrás para evitar atritos com o congresso.

Entretanto, apesar de já ter sido publicado no Diário Oficial da União na manhã desta quarta-feira (01), ainda não ficou claro como será feito o pagamento das próximas duas parcelas.

Publicidade

O ministro da Economia, Paulo Guedes, chegou a afirmar que o valor de R$ 600 poderá ser dividido em mais de um pagamento no mesmo mês. Afinal, o decreto não esclarece como será a fórmula de pagamento.

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, quem já está recebendo o auxílio emergencial não precisa fazer nada para ganhar as próximas duas parcelas. Apenas esperar pelo calendário.


Veja também:


Formato do pagamento do auxílio emergencial ainda será definido

Publicidade

Segundo o presidente da Caixa, já existe um calendário de pagamento das próximas duas parcelas do auxílio emergencial, contudo, o formato de pagamento ainda será definido pelo governo nos próximos dias.

O auxílio emergencial foi um benefício criado no mês de abril deste ano para ajudar trabalhadores autônomos sem carteira assinada assim como MEIs e desempregados durante a crise gerada pela pandemia de coronavírus.

Quem ainda não solicitou o benefício e tem esse direito, terá somente até o dia 02 de julho para fazer a solicitação.

Publicidade

Lembrando que tem direito ao benefício pessoas maiores de 18 anos, com exceção às mães solteiras adolescentes menores de idade que também podem fazer a solicitação.

Além disso, a renda pessoal não pode ser superior a meio salário mínimo, sendo que a renda familiar não pode ultrapassar três salários mínimos.

Também não pode o solicitante estar recebendo nenhum outro benefício previdenciário ou assistencial como o seguro desemprego, por exemplo.

Ademais, também não pode ter recebido em 2018 rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Terceira parcela do auxílio emergencial está sendo paga esta semana

No último sábado (27) o governo federal começou a pagar a terceira parcela do auxílio emergencial. Em um primeiro momento, esta seria a última parcela a ser paga para os beneficiários.

No entanto, por conta do prolongamento da pandemia, o governo decidiu prorrogar o pagamento do auxílio emergencial por mais dois meses.

Publicidade

O pagamento da terceira parcela por meio da poupança social da Caixa se estenderá até o próximo sábado (04). Sendo que para fazer a transferência e o saque dos valores será preciso seguir o calendário estipulado pelo governo.

Publicidade

Com essa decisão de prorrogar o benefício por mais dois meses, o governo espera colaborar para minimizar os impactos causados pelo coronavírus na economia brasileira, fomentando assim o consumo das famílias.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.