“Banco Inter está só no começo”, dizem analistas do Bank of America

O Banco Inter, que apresentou um exponencial crescimento nos últimos anos, deverá crescer ainda mais, de acordo com os analistas do Bank of America que disseram que a instituição está no caminho certo.

Publicidade
Anúncios

Banco Inter

crescimento inter

Muita gente questiona como as fintechs conseguem sobreviver passando por períodos de um, dois ou até cinco anos sem ter lucro. A verdade é que isso nada mais é que uma estratégia claramente definida por elas.

Ou seja, elas vão reinvestindo o valor para criar uma base robusta de usuários para depois gerar receita a partir dela. E isso parece que ainda está distante de ser concluído, até mesmo pelos bancos digitais que estão na estrada há mais tempo.

Na visão dos analistas do Bank of America, o Inter é um desses casos. Pois, a instituição tem se mostrado capaz de fazer crescer a sua base de usuário a um baixo custo. E ao que tudo indica o processo de monetização ainda está no estágio inicial.

CARTÃO BANCO INTER
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO INTER

SEM ANUIDADE
 
RECOMPENSAS
Função débito e crédito sem taxas e crédito internacional
Você permanecerá no site atual

A visão dos analistas sobre o Banco Inter

Conforme antecipamos, os analistas do Bank of America, acreditam que o Inter ainda está em estágio inicial de monetização, mostrando sinais promissores de que está na direção correta. 

Anúncios
Publicidade

Mario Pierry e Flávio Yoshida, em um relatório distribuído a clientes no início deste mês, chegaram a destacar que o Inter tem sido capaz de crescer tanto no cross-selling que são as vendas cruzadas de produtos quanto na taxa de ativação de clientes.

Vale destacar que o Banco Inter, além dos serviços bancários, também está procurando engajar os seus clientes com ofertas de crédito, investimentos, seguros e uma loja virtual. Não é para menos que o banco registrou uma receita média por usuário de R$ 184,49.

Publicidade

Isso representa uma alta de 8,4% em relação a igual período do ano passado. Essa taxa, pode acelerar para uma média de 12% até o ano de 2025, enquanto a base do banco poderá ter uma expansão de 29% ao ano no mesmo período.

Dessa forma, a receita líquida deve avançar a um ritmo anual de 51% até lá, enquanto o lucro deve crescer aproximadamente 200% ao ano. Portanto, o que dá para ver é que o crescimento do Inter está só começando.


Leia também:


Posicionamento do Inter dentro do mercado

O Inter está bem posicionado para entregar sólidos crescimentos de lucros, se beneficiando de diversas fontes de receita, fortes parceiros na sociedade e investidores estratégicos, além de dinâmicas favoráveis na indústria.

Publicidade

Os analistas do Bank of America ainda dizem que a parceria com a Stone que agora detém 5% do Inter e ao SoftBank que desde 2019 é um investidor estratégico com uma fatia de 19% foram fundamentais para o crescimento da instituição.

O banco americano, disse ainda que no caso da Stone, o que se espera é um aprimoramento do mercado endereçável para ambos, com um alavancando o ecossistema do outro. Já sobre o SoftBank, o BofA acredita que o investimento vai além da melhoria operacional.

Crescimento potencial no valor de mercado

Os analistas acreditam que essa parceria vai aumentar a credibilidade da instituição no mercado e validar a tese da companhia. Nesse cenário, os analistas creem que o preço-alvo para as units do Inter seja de aproximadamente R$ 80.

Publicidade

Esse valor representa uma valorização potencial de quase o dobro do valor de mercado do último dia de setembro, quando as ações estão valendo R$ 48,94. Portanto, é possível entender que as ações ainda são indicadas para compra.

Só para ter uma ideia, no segundo trimestre deste ano, o Inter registrou um lucro líquido de R$ 18,2 milhões, um crescimento de quase sete vezes os R$ 2,7 milhões anotados em igual período do ano passado, com uma avaliação em R$ 53,1 bilhões.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.