Banco Santander lança nova linha de crédito no mercado

Nova linha de crédito com garantia de investimento do Banco Santander: taxas a partir de 0,63% ao mês e com prazo de pagamento de até 60 meses para pagar.

Publicidade
Anúncios

Nova linha de crédito do Banco Santander

conta santander

Uma nova linha de crédito com garantia de investimento foi anunciada pelo Banco Santander na última quinta-feira (13).

Ela terá taxas a partir de 0,63% ao mês e com prazo de pagamentos de até 60 meses para a quitação do empréstimo.

No entanto, para ter acesso à essa nova linha de crédito será necessário que o cliente use alguma linha de investimentos. Como poupança, CDB, fundos de renda fixa, Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letras de Crédito Imobiliário (LCI).

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

SEM ANUIDADE
 
RECOMPENSAS
Cartão de crédito com limite mínimo de R$ 250
Você permanecerá no site atual

A contratação dessa nova linha de crédito poderá ser realizada diretamente nas agências do Banco Santander. Sendo que os recursos são liberados bem rapidamente.

Anúncios
Publicidade

Entendendo a nova linha de crédito do Banco Santander

De acordo com Sandra Rodrigues, superintendente executiva de produtos de crédito para pessoa física do Santander Brasil, essa linha é indicada para o cliente investidor que precisa de liquidez de curto prazo.

Normalmente, as aplicações desses clientes não podem ser acessadas imediatamente, e também eles não desejam alterar a rentabilidade dos seus aportes.

Publicidade

Sendo assim, o cliente consegue manter-se capitalizado, honrar os seus compromissos imediatos e continuar com a rentabilidade de suas aplicações financeiras.

Ainda segundo o Santander, será lançado nos próximos meses uma linha de crédito com garantia do FGTS. Esse tipo de empréstimo já é disponibilizado tanto pela Caixa Federal quanto pelo Banco do Brasil.

Nos empréstimos com garantia de FGTS a Caixa cobra taxas de 0,60% ao mês enquanto que o Banco do Brasil cobra aproximadamente 0,99% ao mês nessa modalidade.

Mais inovações recentes do Banco Santander

Publicidade

Ainda recentemente o Santander também anunciou que reduziu para R$ 100 a aplicação mínima exigida em todos os seus fundos de investimentos para os clientes do varejo, Van Gogh e Select.

Além disso, também houve alteração na grade de fundos para que os clientes possam associá-los à estratégia bem como o nível de risco e precificação.

Dentre as mudanças está a categoria DI que teve sua oferta simplificada de dez para apenas três fundos. Ademais, os fundos de Renda Fixa também foram reduzidos de seis para dois.

Publicidade

Já o Crédito Privado foi reduzido de cinco para dois fundos. Com isso o Santander espera poder simplificar a vida dos clientes e atrair os pequenos investidores.


Veja também:


O conceito de reserva de emergência cresceu na pandemia

A estratégia de simplificar os fundos e diminuir o valor mínimo por parte do Santander vai de encontro aos anseios da população que passou a pensar mais no conceito de reserva de emergência.

Com a chegada repentina do Covid-19, muita gente se viu sem renda de uma hora para outra, e sem nenhuma reserva acabaram entrando em total desespero.

Por isso, o conceito de reserva de emergência acabou ganhando corpo nesses tempos, e os bancos atentos nisso, estão procurando criar possibilidades de investimentos para os pequenos investidores.

O Santander, por exemplo, relançou o Fundo Carteira, que é uma solução de investimento que reproduz o conceito de Carteira modelo.

Publicidade

Essa solução é oferecida aos clientes do banco pela área de investimentos. Sendo que ela é composta de todas as classes de ativos como renda fixa, inflação, multimercado, ações e investimentos no exterior.

Publicidade

Portanto, com essa nova estratégia, o Santander pretende aumentar a quantidade de pequenos investidores em seu portfólio. Com isso o banco pode inclusive oferecer a sua nova linha de crédito para eles.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.