Será que o cadastro positivo rouba os nossos dados? Descubra!

O compartilhamento de dados no Brasil ainda gera muitas dúvidas, é preciso tomar cuidado. Será que o cadastro positivo, banco de dados de bons pagadores, é seguro? Confira.



Anúncios



Anúncios

Cadastro positivo rouba os nossos dados?

cadastro positivo

Você já ouviu falar no cadastro positivo? É bem provável que sim. Mas, será mesmo que ele rouba os nossos dados?

Essa é uma dúvida que muita gente tem. Afinal, em tempos de fake news o que não falta no mercado são notícias tendenciosas.

E por ser um tema novo, o compartilhamento de dados no Brasil gera bastante controvérsia, mas é preciso ter cuidado com o que dizem por aí.

Quer saber se realmente o cadastro positivo rouba os nossos dados? Então continue por aqui mais alguns minutinhos.



Anúncios



Anúncios

O que é o cadastro positivo?

Antes de falar se o cadastro positivo rouba nossos dados, vamos falar um pouco mais sobre ele. Basicamente ele é um banco de dados de bons pagadores.

Em resumo, é por meio do cadastro positivo que é gerado o score de crédito que vai indicar se você costuma ou não pagar suas contas em dia.

Por meio dessa informação, uma instituição financeira consegue saber se você é ou não um bom pagador. Interessante, não é mesmo?



Anúncios

Até algum tempo atrás, somente era possível saber se você tinha alguma restrição no nome. Agora já dá para saber se paga suas contas em dia.

Esse tipo de cadastro está ajudando a diminuir a taxa de juros e a democratizar o crédito no país. Pois ele ajuda a diminuir o risco da instituição bancária. Por isso, a sua implantação é vista como um avanço.

Como é o compartilhamento de dados?

Uma dúvida que muita gente tem em relação ao cadastro positivo é o compartilhamento de dados. Como é esse compartilhamento?

Diferente do que muitas pessoas pensam, o cadastro positivo não funciona somente com informações positivas, mas também com negativas.

Por isso dizemos que ele é um cadastro que privilegia bons pagadores. Pois, se você costuma pagar sempre suas contas em dia, terá um bom score de crédito.

Mas, se por outro lado, tem o hábito de sempre atrasar as contas, você acaba sendo punido pelo cadastro positivo com um score baixo.

No entanto, vamos imaginar que você sempre pagou suas contas em dia, mas por alguma ventura, em uma determinada época da sua vida se atrapalhou e o seu nome foi negativado.



Anúncios

Antes do cadastro positivo, como uma empresa saberia que você costuma pagar suas contas em dia, e que ter se atrapalhado foi uma eventualidade?

Não teria como. Mas, agora ela consegue saber, e isso faz com que você tenha acesso a créditos que até então não tinha.


Saiba mais sobre o score de crédito:


Mas, por fim, o cadastro positivo rouba os nossos dados?

É um verdadeiro engano acreditar que o cadastro positivo rouba os nossos dados. Isso acontece porque o compartilhamento de dados ainda é recente na nossa cultura.

Por exemplo: quando você está precisando de um empréstimo e o banco te pede uma série de documentos, você não entrega tudo?

Então, isso é compartilhamento de dados e não roubo. Até porque, você pode fazer um pedido para não fazer parte do cadastro positivo.

Só para esclarecer, os dados são compartilhados de maneira ética, e não ferem a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados).



Anúncios

Isso acontece porque os dados sensíveis como: convicção religiosa, vida e orientação sexual, aspectos biométricos, origem racial ou étnica, não são compartilhados.

Sendo assim, acreditar que o cadastro positivo rouba os nossos dados é um verdadeiro engano cometido por muita gente.

O importante é tentar melhorar o seu score. E para isso a Serasa oferece o curso Trilha Financeira que é 100% online. Vale a pena conferir.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos e parentes nas redes sociais.