Crédito emergencial – Caixa e Banco do Brasil liberam novas linhas

Conheça as novas linhas de crédito emergencial foram liberadas pela Caixa e pelo Banco do Brasil para atender mais demandas durante a pandemia.

Publicidade
Anúncios

Crédito emergencial

caixa

Novas linhas de crédito emergencial foram liberadas pela Caixa e pelo Banco do Brasil para atender mais demandas durante a pandemia de coronavírus.

Agora os produtores rurais terão acesso a créditos mais baratos, afinal eles também foram afetados com o isolamento social.

O que era para durar no máximo dois meses está se estendendo ainda mais. O isolamento social parece não ter fim, e diversas empresas estão praticamente sem caixa para continuar honrando os seus compromissos.

A situação que a princípio impactou apenas alguns setores, agora se expande para quase todos os segmentos econômicos, exigindo uma resposta mais rápida do governo federal.

Anúncios
Publicidade

Novas linhas de crédito emergencial

Os produtores rurais, uma das categorias mais afetadas pela crise de coronavírus, estavam aguardando desde o dia 09 de abril a liberação do crédito emergencial.

Além da queda na demanda, o setor agropecuário ainda sofre com um grave período de estiagem. Os tempos estão se mostrando difíceis.

Publicidade

No entanto, após quase 40 dias de espera, tanto o Banco do Brasil quanto a Caixa Federal informaram que estão prontos para operar as linhas de crédito emergencial disponibilizadas pelo Banco Central.

Fora isso, o Sicredi também emitiu um comunicado informando que a partir da próxima semana irá oferecer financiamentos para esse setor.

No dia 09 de abril foi publicado pelo Banco Central, duas resoluções que flexibilizaram o pagamento de dívidas bem como a contratação de crédito para os beneficiários do Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf) e Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor (Pronamp).

Publicidade

A flexibilização também é prevista para outros setores do agronegócio como cooperativas, cerealistas e agroindústria. No entanto, na última quarta-feira (13) o BC anunciou uma nova resolução que altera o artigo primeiro da segunda resolução publicada em abril.

A linha de crédito emergencial do Banco do Brasil

O Banco do Brasil foi um dos primeiros a se antecipar para ajudar o setor. Logo após a publicação das duas primeiras resoluções já houve a liberação de alguns benefícios.

Desse modo, os produtores de hortaliças, frutas, flores e plantas ornamentais que já eram correntistas do banco, passaram a ter condições especiais de financiamento.

Publicidade

Isso sem contar que ainda puderam prorrogar parcelas das dívidas por até 180 dias após o vencimento original em operações de custeio e 1 ano em operações de investimento.

Contudo, faltava ainda as linhas de crédito emergencial que só foram liberadas agora. O Banco disse que todos os ajustes tecnológicos para atender às resoluções do Banco Central foram concluídos.


Veja também:


Caixa Econômica Federal

A Caixa também está pronta para atender a demanda e disse já ter feito as adequações para que os processos e meios de atendimento possam ser feitos pelo internet banking ou SMS.

Dessa forma, estão disponíveis linhas de crédito para contratação pelos produtores rurais com taxas a partir de 3,7% ao ano.

Porém, diferente do Banco do Brasil, a Caixa atende a beneficiários do Pronaf apenas na modalidade agroindústria.

Publicidade

Linha de outros bancos

O Sicredi disse que está procurando ajudar os produtores rurais desde a segunda semana de abril. A cooperativa está prorrogando operações de custeio e oferta de linhas de financiamento para estocagem.

Publicidade

O banco também informou que considerando a publicação da resolução 4.816, está apto a prorrogar parcelas de investimento que envolvem recursos do BNDES.

Além disso, a linha de crédito emergencial já começará a ser disponibilizada a partir da semana que vem pela cooperativa de crédito.

Já o Bradesco e o Santander não se pronunciaram ainda sobre a liberação do crédito emergencial. Contudo, o Bradesco afirmou que em relação a prorrogação de parcelas, o processo deverá ser feito de forma fácil e rápida.

Gostou dessa notícia? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.