Cartão de crédito sem anuidade da XP Investimentos

Que tal um cartão de crédito sem anuidade e com cashback em forma de investimentos? É economia em dobro. Leia o texto abaixo e conheça o cartão da XP Investimentos.



Anúncios



Anúncios

Cartão de crédito XP Investimentos

XP Investimentos

Para ampliar ainda mais a sua atuação no mercado financeiro, a XP Investimentos está lançando mais uma novidade: um cartão de crédito sem anuidade, fruto da parceria entre a XP e a Visa. Com isso, a empresa está procurando avançar ainda mais no mercado dos bancos digitais.

Essa é uma das propostas da companhia. Uma das novidades do cartão da XP é que ele tem um cashback um pouco diferente dos demais cartões: em vez de devolver parte do dinheiro em forma de crédito na fatura, o valor é devolvido em um fundo na corretora. E por isso é chamado de “investback”. Entenda agora mesmo.

O cartão de crédito da XP Investimentos

O produto da XP por enquanto está limitado aos seus próprios clientes, sendo que a sua solicitação pode ser feita diretamente dentro do aplicativo. Antes de ser disponibilizado no mercado, o cartão foi testado por aproximadamente mil funcionários e agentes autônomos que possuem algum vínculo com a corretora.

O teste não incluiu os usuários da Rico e Clear que são corretoras pertencentes à XP Inc. A ideia é competir com os grandes bancos digitais do país. Até porque um dos planos da XP é oferecer para o início deste ano uma conta digital completa assim como serviços de pagamentos para seus usuários.



Anúncios

Para atuar neste segmento a XP obteve autorização do Banco Central, tornando-se assim um banco múltiplo que leva o nome de Banco XP.



Anúncios


Veja também:


Limite dinâmico é mais uma aposta da XP

Durante o anúncio de lançamento, poucos foram os detalhes dados sobre o cartão. Ainda hoje, passados quase nove meses do seu lançamento, a XP não disponibiliza muitos detalhes sobre o limite em seu site.

O percentual do chamado “investback” é de 1% sobre todas as suas compras. Esse valor é superior ao cashback oferecido pela Méliuz que é de 0,8% e por isso é considerado um cashback bem generoso.

O cashback é investido em títulos de renda fixa com liquidez diária dentro da própria corretora. Ou seja, o cliente pode deixar o dinheiro aplicado ou então resgatá-lo na hora que bem entender, sendo que ganhará juros pelos dias em que o valor ficou aplicado.

Por fim, o limite de crédito também é dinâmico, sendo ele definido de acordo com a utilização e investimentos que o cliente possui na corretora.

Briga acirrada com o BTG Pactual

O lançamento do cartão de crédito da XP Investimentos, aconteceu em um momento onde a corretora acirrou ainda mais a briga com o BTG Pactual que captou no ano passado US$ 2,65 bilhões em um follow on.

Essa captação foi destinada para acelerar a estratégia do BTG tanto no varejo quanto no atacado. Sendo que nesta última vertente, o banco está fazendo uma ofensiva bem agressiva sobre os agentes autônomos da XP.

Só para ter uma ideia, em 2020, quatro escritórios de agentes autônomos migraram da XP Investimentos para a BTG Pactual, sendo que juntos eles representam uma perda de R$ 13 bilhões em custódia para a empresa.

Como BTG também está ampliando sua aposta no varejo e lançou o cartão BTG+, a XP Investimentos decidiu ampliar a sua ofensiva também nesse setor, lançando o seu cartão de crédito para os investidores.

Há 19 anos no mercado, a XP é uma assessoria de investimentos, que auxilia clientes na hora de tomar decisões sobre como investir o dinheiro. Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhá-lo com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais.

* Texto atualizado por José Carlos Sanchez Júnior em março de 2021