Pagamentos com cartões movimentam R$ 2 trilhões. Saiba mais!

Você sabia que a tecnologia contactless tem ganhado espaço nos pagamentos de cartão? Leia o artigo abaixo e saiba mais sobre a pesquisa da Abecs.



Anúncios



Anúncios

Pagamentos com cartões

Pagamentos com cartões

Uma nova pesquisa da Abecs mostrou que os pagamentos com cartões cresceram no país, com destaque para o pagamento por aproximação. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), os cartões movimentaram R$ 2 trilhões em 2020.

O valor foi 8,2% maior do que o transacionado no ano de 2019, mostrando que apesar da crise ocasionada pela pandemia, o setor segue em expansão. O principal destaque foi para o segundo semestre de 2020, onde a recuperação das vendas foi maior.

Ainda segundo os dados apresentados pela Abecs, é possível notar que a recuperação do setor atingiu seu ápice no último trimestre de 2020, período no qual as transações cresceram 15,3%. Quer saber mais? Continue por aqui.

Pagamentos com cartões crescem em 2020

Mesmo diante de um cenário de recessão mundial e incertezas, as vendas realizadas com cartão de crédito cresceram 8,2% em 2020 na comparação com 2019. Esse resultado superou a expectativa do setor.



Anúncios



Anúncios

Segundo Pedro Coutinho, presidente da Abecs, o setor teve um ano atípico como a maioria dos segmentos em 2020, no entanto, apesar dos pesares, foi possível encerrar o ano com um crescimento superior a 8%.

Coutinho destaca que apesar dos desafios, o setor mostrou a sua capacidade de inovação e inclusão e isso ajudou diversos consumidores e lojistas a viabilizar suas transações com a conveniência e segurança dos pagamentos digitais.


Veja também:



Anúncios


Qual foi a modalidade de pagamento que mais cresceu?

Dentre as modalidades de pagamento, a que mais se destacou foi o cartão pré-pago, que teve um desempenho acima da média no ano passado. Só para ilustrar, o crescimento neste meio de pagamento foi de 107,4%. O cartão de débito também apresentou um bom desempenho, crescendo 14,8%.

Isso mostra que as pessoas deixaram de usar o dinheiro em espécie, preferindo usar os meios eletrônicos como o cartão de débito e o cartão pré-pago. Um dos motivos foi o distanciamento social imposto pela pandemia.

Pois, pagar com o cartão é mais seguro do que com o dinheiro, ainda mais se o pagamento for feito por aproximação que cresceu também 469,6% no ano passado.

Apesar do crescimento do setor, o cartão de crédito apresentou um crescimento modesto de apenas 2,6% ao ano. Isso pode ser justificado pelo aumento do desemprego e também da inadimplência por conta da crise causada pelo Covid-19.

Crescimento dos pagamentos online

Os pagamentos online tiveram um crescimento bastante agressivo em 2020. De acordo com a pesquisa da Abecs houve um aumento de 32,2% no volume de vendas no ano passado em comparação a 2019. No ano, o setor movimentou um total de R$ 435,6 bilhões.

As vendas online já vinham apontando como tendência, no entanto, por conta do isolamento social, elas dispararam durante o ano. É bem provável que daqui para frente o crescimento seja bem mais intensificado nessa modalidade.

Só para ter uma ideia, no quarto trimestre de 2020, a cada três transações de cartão de crédito no Brasil, uma foi de compras não presencial. Na contramão desse crescimento estão os gastos com cartão no exterior.



Anúncios

Eles sofreram uma forte redução de 60%, registrando o pior resultado dos últimos 16 anos. As compras realizadas por estrangeiros no Brasil também caíram 48,3%. Isso indica que o setor de turismo foi duramente atingido.

Afinal, menos brasileiros viajaram para o exterior, assim como menos turistas estrangeiros estiveram no Brasil. Para reverter esse quadro, não será fácil, pois depende de inúmeros fatores como câmbio, vacinação em massa, dentre outros.

Mas, a verdade é que a digitalização deverá continuar crescendo. Bancos como Santander, Itaú e Banco do Brasil, deverão apostar mais nisso nos próximos anos. E os empreendedores, deverão seguir o mesmo caminho.

E você, o que acha desse crescimento no pagamento por meios digitais? Já tem o seu cartão? Veja abaixo algumas opções: