Comer fora ou em casa: o que é melhor para o seu bolso?

Prazer e finanças pessoais: comer fora ou em casa? Ambas alternativas têm os seus prós e contras para o orçamento doméstico. Saiba mais a seguir.

Publicidade
Anúncios

Sem dúvidas, comer fora ou em casa é uma boa discussão, que mistura prazer e finanças pessoais. Sabemos que cada alternativa tem os seus prós e contras. Por isso, vamos apontá-los aqui para que você tome a melhor decisão. 

A auxiliar de escritório, Vanessa Giselle Pereira, 31 anos, sofreu com os impactos da pandemia. Logo nos primeiros meses, ela resolveu pedir comida em um aplicativo de delivery. 

“Quando a pandemia foi anunciada, eu tive muito medo de sair na rua. Sempre tive medo com questões relacionadas à saúde. Então, não fiz a compra do mês e resolvi destinar a quantia para esses serviços.”, conta. 

Apesar da praticidade, a auxiliar de escritório levou um susto nos primeiros dois meses. 

Anúncios
Publicidade

“ A conta do meu cartão de crédito foi um absurdo, quase o dobro. Infelizmente, tive que cortar os pedidos e voltar a cozinhar em casa. Se continuasse com os serviços de delivery, teria problemas financeiros no futuro. Os aplicativos, agora, são utilizados somente aos finais de semana”, relata. 

Porém, nem todas as pessoas podem fazer compras em casa, como a Vanessa Giselle. Por isso, é importante mostrar quais são as características positivas e negativas de cada uma das opções. 

Publicidade

Vamos lá? 

Comer em casa 

O consumidor que escolhe comer em casa conquista vários benefícios para a sua saúde. Entre eles podemos mencionar: economia de dinheiro, produtos com mais qualidade, garantia de higiene, possibilidade de criar suas próprias combinações, não fica dependendo de ninguém e pode ficar orgulhoso ao terminar a receita.

A lista de vantagens ainda tem: trocar de receita com outras pessoas da família, fazer a sobremesa após o jantar e evitar o desperdício. 

Publicidade

Ao cozinhar em sua própria residência, você pode comer alimentos mais saudáveis. Afinal, terá mais liberdade para definir o cardápio. Uma dica interessante é dar preferência para alimentos naturais. 

Além do almoço, você pode fazer bolos, massas fáceis, lanchinhos, pratos salgados, entre outras variedades. 

Precisamos ser sinceros, caro leitor. Você não vai conseguir cozinhar vários pratos da noite para o dia. Mas é possível aprender uma nova opção diariamente. Para acertar na cozinha, treine todos os dias. Comece pelo ovo, aposte na salada e faça um prato tradicional. Aos poucos, terá mais habilidade e confiança. 

Publicidade

Para as pessoas que optam por cozinhar em casa, é importante lembrar que essa escolha também tem alguns pontos negativos, como: separar um tempo para comprar os ingredientes, preparar os alimentos e lavar uma quantidade maior de louça. 

Veja mais sobre em: 

Comer fora de casa 

Um dos principais benefícios ao comer fora de casa, ou pedir comida, é a praticidade. O alimento é enviado para a casa do consumidor em menos de uma hora, dependendo da localização do restaurante. 

Existem também algumas desvantagens para solicitar a comida por aplicativos: o preço dos produtos, o gasto com frete e a alimentação que não será saudável. 

É importante deixar claro que cada pessoa é responsável por suas escolhas uma vez que ela conhece o seu orçamento e as suas necessidades. Então, avalie a sua situação e escolha a melhor alternativa para o seu bolso. 


Você escolheu comer em casa? Então, conheça algumas dicas para economizar no supermercado e salvar o seu planejamento financeiro.

Publicidade