Como fazer um MEI? Descubra aqui!

Benefícios de abrir uma MEI: salário-maternidade, auxílio doença, aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez e muito mais. Saiba a seguir como abrir a sua.

Publicidade
Publicidade

Como fazer um MEI

COMO ABRIR MEI

O Microempreendedor Individual (MEI) tem direito a vários benefícios: salário-maternidade, auxílio doença, aposentadoria por idade, aposentadoria por invalidez e muito mais. 

Neste artigo, vamos desenvolver um passo a passo para que você aprenda como criar o seu MEI com agilidade, praticidade e sem burocracia. 

Duvida? 

Então continue com a leitura e tire todas as suas dúvidas. 

Anúncios
Publicidade

Checklist inicial 

O primeiro passo para abrir um MEI é entender se o seu perfil está dentro das exigências. O registro, por exemplo, não é aceito para todas as pessoas. Nessa lista, encontra-se: sócio, administrador ou titular de empresa. Isso significa que um MEI deve ser responsável somente por um único empreendimento. 

Além disso, a sua empresa não pode ter um faturamento maior que 81 mil reais por ano. É importante observar também que o MEI tem autorização para contratar somente um colaborador para a sua empresa. 

Publicidade

Se a sua empresa atende esses requisitos, faça logo o seu cadastro. Em um primeiro momento, pode parecer burocrático. Mas, quando o seu negócio crescer, é possível alterar o tipo de empresa no cadastro. 

Veja mais em:

Atividade

Antes de iniciar o cadastro, é importante verificar se a sua ocupação está dentro da lista de negócios liberados pela legislação. Isso é muito importante para adicionar no momento do preenchimento da ficha. Você também deve analisar se a atividade é autorizada pelo seu município. Em algumas cidades, a legislação municipal pode bloquear categorias específicas. 

Publicidade

A lista completa pode ser acessada por meio desse link

Cadastro online 

Um dos principais pontos positivos do cadastro do MEI é e que ele pode ser feito de forma online. Para agilizar o processo, anote os documentos que são solicitados pelo governo:

  • RG
  • CPF
  • título de eleitor
  • endereços residencial e comercial (que podem ser o mesmo)
  • número de telefone
  • e-mail.

Se você teve que declarar o Imposto de Renda nos últimos dois anos, ele será utilizado em substituição do título de eleitor. 

Publicidade

Após adicionar os dados pessoais, você deve informar questões relacionadas a sua empresa, ou seja: nome fantasia e capital social. 

Localização 

Agora, é o momento de colocar o endereço físico do seu negócio. Tenha cuidado ao digitar esse dado, uma vez que será enviado o alvará de licença e o funcionamento provisório para o local cadastrado. Nunca é demais lembrar que depois de 180 dias de emissão, o empreendedor deve emitir o documento na prefeitura de seu município. 

Pagamento de impostos

Não importa se a sua empresa é pequena, média ou grande. Todos os gestores precisam pagar impostos. A situação não é diferente com o MEI. Porém, temos uma boa notícia: menos burocracia e menos taxas. 

Quem se enquadra como MEI está livre de tributos federais (Renda, PIS e COFINS). No entanto, é importante ter cuidado com uma obrigação financeira: pagamento mensal do INSS. Os valores podem variar. 

  • R$47,85: indústrias e comércios;
  • R$ 51,85 reais: serviços; 

O pagamento pode ser consultado no Portal do Empreendedor. 

Agora que você já sabe como abrir um MEI,siga-nos nas redes sociais e fique por dentro das principais notícias sobre o mundo do empreendedorismo. Assim, conhecerá dicas exclusivas para ter sucesso como profissional.

Publicidade