Como adiar pagamento na quarentena?

Está com orçamento doméstico apertado? Boletos atrasados? Confira nossas dicas para que você aprenda como adiar as dívidas com segurança.

Publicidade
Anúncios

Como adiar pagamento na quarentena

planilha de controle de gastos

Agir por impulso é uma das atitudes que prejudicam o planejamento financeiro. Uma atitude errada pode trazer várias dívidas para o seu orçamento. 

Não importa a situação que está passando neste momento. É fundamental agir com cuidado para prejudicar outros objetivos. 

Durante alguns momentos, pensamos em adiar o pagamento para organizar a casa. 

Mas será que essa é uma boa estratégia? 

Anúncios
Publicidade

Como tomar essa decisão sem prejudicar o orçamento? 

Continue lendo este artigo e tire todas as suas dúvidas. 

Publicidade

Como adiar pagamentos com segurança? 

A partir de agora, vamos mostrar alguns caminhos para que você aprenda como adiar as dívidas com segurança. 

Negocie diretamente com o credor 

A negociação das dívidas deve ser feita com o credor. Isso vale para aluguel, dívidas no cartão de crédito e até empréstimos. 

Você deve entrar em contato com o profissional para descobrir as possibilidades de negociação.

Publicidade

Quando chegarem a um acordo, é fundamental documentar os prazos, as formas de pagamento e as outras taxas que serão cobradas. 

Nunca trate qualquer tipo de negociação de forma informal. Esse tipo de atitude evita vários problemas no futuro.

Priorize as dívidas mais caras 

Outra dica interessante é priorizar as dívidas que são mais caras. 

Publicidade

Existem alguns contratos que deixam claro questões relacionadas a multas, encargos e outras consequências negativas em caso de atrasos ou inadimplência. 

Por isso, é importante analisar quais são os custos com valores mais baixos e quais são aqueles que têm um alto impacto no seu orçamento. 

Esse autoconhecimento é mais simples do que parece. Para isso, deve-se enumerar quais são os custos com seus valores originais e quais são as taxas em decorrências de atrasos ou inadimplência. 

Em seguida, você deve classificá-las como alto custo e baixo custo. 

Para evitar que as dívidas aumentem, recomendamos iniciar o processo pelo cartão de crédito. Dessa forma, impede que as taxas de juros prejudiquem o seu orçamento. 

Quando terminar todo esse processo, lembre-se de optar por cartão de crédito sem anuidade ou com taxas abusivas. 

Publicidade

Veja mais em: 

Evite fazer novas dívidas 

Publicidade

Um dos maiores erros das pessoas que negociam alterações nos pagamentos é gastar o dinheiro guardado para quitar a dívida com entretenimento e outras compras. 

A negociação de uma dívida não significa que está com liberdade financeira. Você apenas adiou um pagamento que tem normas e precisa ser cumprido. 

Para evitar gastos necessários, guarde esse dinheiro no banco. Se possível, faça uma reserva em bancos como Inter e Nubank. 

Nessa opções, o seu dinheiro rende mais que a poupança e no final do mês é possível ter um faturamento maior. 

A educação financeira é fundamental em qualquer fase da vida. 

Publicidade

Não faça compras com valores altos 

Agora que você está tentando manter as dívidas em dias, evite fazer compras com valores muito alto como uma televisão, um computador ou um celular da última geração. 

Se for necessário fazer aquisições de produtos com alto valor, tente pagar à vista caso a loja ofereça desconto. 

Sem essa opção, priori as parcelas do cartão de crédito. Tenha controle financeiro para que as dívidas no cartão não se acumule. 

O ideal é optar por cartões que oferecem um aplicativo para ajudar no controle de gastos. 

Após descobrir como adiar o pagamento com segurança, acesse esse artigo e aprenda como sobrar dinheiro no final do mês.