Finanças pessoais: comece a organizar suas contas ainda este ano!

Você está com as finanças descontroladas, cheque especial descoberto e devendo no rotativo do cartão? Chegou o momento de mudar sua vida. Saiba mais a seguir.

Publicidade
Publicidade

Finanças pessoais

Finanças Pessoais

Mais um ano está chegando ao fim. E eu te pergunto: como andam suas finanças pessoais? Controladas ou descontroladas?

2020 foi difícil para muita gente. Desemprego, perda de renda e medo fizeram parte de um ano que definitivamente entrou para a história.

Mas, e se eu te disser que você pode começar a organizar as suas contas ainda este ano? Afinal, sempre tem a hora para começar a mudança.

Quer saber mais? Então continue com a gente mais alguns minutinhos neste artigo.

Anúncios
Publicidade

Como organizar as suas finanças pessoais?

Se você está com as finanças descontroladas, cheque especial descoberto e devendo no rotativo do cartão, chegou o momento de mudar sua vida.

Não há como ficar postergando, esperando o início de um novo ciclo para começar. Até porque, se você ficar retardando o começo, sua vida nunca vai mudar.

Publicidade

Por isso, você precisa dar o primeiro passo. E isso consiste em ver sem medo a sua atual situação, evitando se enganar.

Faça uma planilha e coloque nela todas as suas dívidas mensais. Tudo aquilo que você precisa pagar, e também os valores descobertos como cheque especial, rotativo do cartão.

Somente entendendo como está sua real situação é que você vai conseguir organizar as suas finanças pessoais e começar a respirar.


Publicidade

Veja também:


Crie um planejamento para sair das dívidas

Ao avaliar a sua real situação, o ideal é começar a se planejar para sair da dívida. E o primeiro passo é parar de gastar compulsivamente.

Se você não deixar de fazer compras por impulso, lamento dizer, mas você não vai conseguir melhorar as suas finanças pessoais.

Publicidade

Portanto, segure as compras para ir reduzindo a sua dívida. Segurando o impulso, você vai ter mais dinheiro para começar a pagar o que deve.

Se a sua dívida está concentrada no cheque especial ou no rotativo do cartão, considere parcelar essa dívida. Seja tomando um empréstimo pessoal, ou fazendo uma renegociação com o banco.

O parcelamento irá diminuir os juros que estão correndo, te dará mais fôlego e irá facilitar o seu planejamento financeiro de longo prazo.

Pense que o melhor neste momento é alongar o prazo da dívida, diminuindo o valor das parcelas e também os juros para começar a organizar a sua vida.

Verifique onde é possível reduzir custos no dia a dia

Deixando de comprar por impulso e renegociando dívidas com juros mais elevados, você já estará dando um importante passo para respirar.

Mas, se ainda assim não for o suficiente, será preciso cortar outros gastos da sua vida. Reconsidere a escola do filho, o aluguel da casa, a prestação do carro, os gastos com o mercado.

Publicidade

Procure fazer um levantamento minucioso de tudo isso para saber onde é possível sair cortando. Sabendo identificar os gastos, será possível cortá-los para melhorar as suas finanças pessoais.

Publicidade

Na medida em que você vai criando ajustes e marcando seus gastos, tudo vai ficando mais fácil, e o dinheiro vai começar a sobrar.

Caso você tenha dívidas com terceiros, fora o cheque especial e o rotativo do cartão, procure negociar e não prometa aquilo que não consegue cumprir.

Veja exatamente a sua possibilidade de pagamento e converse com o credor. Isso irá tirar a pressão sobre você e sua vida vai melhorar bastante.

Adote o hábito de poupar para melhorar suas finanças pessoais

Com as finanças mais organizadas, mesmo que você ainda não tenha quitado suas dívidas, adote o hábito de poupar. Por menor que seja o valor.

Se você começar poupando 5% do que ganha já está bom. Com o tempo, você pode ir poupando mais, mas o importante é adotar esse hábito.

Publicidade

Pense que você precisa juntar o equivalente a seis meses do seu salário em uma reserva de emergência. Mesmo que isso demore cinco anos.

Com as finanças bem controladas e com uma boa reserva de emergência, você terá uma vida mais leve, e com menos preocupação com suas finanças.

E na medida que você for poupando, busque também alternativas de investimentos na Ágora Investimentos ou Órama Investimentos.

 Assim, o seu dinheiro vai começar a render, e quando você menos se dar conta, estará ganhando juros, em vez de pagá-los. Então, arregace as mangas e comece.

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais.