Confira detalhes do Auxílio Brasil e o que precisa ser feito para continuar recebendo

Com o final do Auxílio Emergencial se aproximando, o governo federal criou o Auxílio Brasil, que terá por objetivo aperfeiçoar o Bolsa Família, ampliando o número de beneficiados, assim como o valor concedido.

Publicidade
Publicidade

Auxílio Brasil

auxílio Brasil

Conforme prometido, o governo federal está lançando o Auxílio Brasil que promete ser a sua marca registrada em substituição ao Bolsa Família. Ela deverá entrar em vigor em novembro, assim que o Auxílio Emergencial chegar ao fim.

Os interessados precisam ficar atentos para atualizar ou fazer o seu cadastro uma vez que o benefício chega para substituir o Bolsa Família. Vale lembrar que as famílias já contempladas pelo Bolsa Família terão direito ao Auxílio Brasil.

Já quem não tem o Bolsa Família, mas tem interesse em receber o auxílio, é necessário se cadastrar no CadÚnico para tentar recebê-lo. Quer saber quem tem direito ao benefício e como fazer para consegui-lo? Continue por aqui mais alguns minutinhos.

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

SEM ANUIDADE
 
PONTOS
Cartão de crédito Santander SX que pode ser sem anuidade
Você permanecerá no site atual

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

O Auxílio Brasil é destinado para famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa que são classificadas por extrema pobreza e para famílias com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178 por pessoa que são classificadas na linha da pobreza.

Anúncios
Publicidade

Vale destacar que esses são os valores referentes ao Bolsa Família que podem chegar a ser alterados no novo projeto do Auxílio Brasil. Para se inscrever no programa é preciso acessar o aplicativo Meu CadÚnico que está disponível para iOS e Android.

A página da Assistência Social também reúne informações úteis, inclusive com manual de uso para quem quer se inscrever no programa. Já para quem não tem acesso a internet, as inscrições podem ser feitas presencialmente nas prefeituras.

Publicidade

Veja também:


Quais são os documentos necessários para fazer a inscrição no CadÚnico

Conforme antecipamos, as inscrições podem ser realizadas nas prefeituras de forma presencial, geralmente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), ou nos postos de atendimento do Cadastro Único ou do Bolsa Família.

Para isso, uma pessoa da família tem que prestar informações como Responsável pela Unidade Familiar (RF) e ter no mínimo 16 anos, CPF ou Título de Eleitor. Além disso, de preferência ser mulher.

Cada membro da família precisa ter ao menos algum dos seguintes documentos: certidão de nascimento, certidão de casamento, CPF, RG, carteira de trabalho, título de eleitor e registro administrativo de nascimento indígena (Rani).

Publicidade

Quem não possui documentos e nem registro civil pode até se cadastrar no CadÚnico, mas é necessário aguardar a documentação para ingressar no programa. Lembrando que ao inscrever uma família ela se compromete a atualizar os dados no CadÚnico a cada dois anos.

Um pouco mais sobre o Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil é um programa do governo que tem como objetivo ajudar as famílias que vivem na pobreza ou na extrema pobreza. Ele promete ser a marca registrada do governo, em substituição ao maior programa de combate à miséria que o país já teve, que foi o Bolsa Família.

Lembrando que ao fazer o cadastro para tentar se inscrever no programa é preciso aguardar a aprovação. Além disso, para qualquer alteração cadastral o Responsável Familiar precisa procurar um CRAS ou posto do CadÚnico.

Publicidade

Ademais, o governo federal ou municipal pode convocar famílias com cadastros desatualizados por meio de cartas, extratos e telefonemas. Inclusive, com mais de quatro anos sem atualização no CadÚnico a família pode ser excluída do cadastro.

Embora o anúncio oficial do Programa ainda não tenha sido feito, é importante se antecipar caso você deseje se inscrever nele. E, conforme vimos, há diversas maneiras de se cadastrar no CadÚnico.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.