Conheça o podcast ‘Donas da Conta’ para incentivar que mulheres conversem sobre dinheiro

Com o objetivo de incentivar as mulheres a conversarem sobre dinheiro, o Santander criou o podcast ‘Donas da Conta’ que vai ser apresentado por Carla Lemos, colunista do Uol Universa e feminista.

Publicidade
Anúncios

Podcast ‘Donas da Conta’

Donas da Conta

Quando o assunto é finanças pessoais, ainda há uma grande timidez no que diz respeito ao compartilhamento de informações. Afinal, muitas pessoas possuem um certo receio em dizer como está a sua situação financeira.

Conseguir vencer esse bloqueio e conversar com naturalidade sobre o tema não é uma tarefa simples. E para ajudar as mulheres a superarem esse bloqueio, o Santander criou o podcast ‘Donas da Conta’, que entrou no ar no último dia 17 de setembro.

A concepção e estratégia do projeto para o banco se comunicar com o público feminio foi criado pela CAPS, agência que integra o ecossistema Haus, do Grupo Stefanini. Quer saber mais sobre essa novidade? Vem com a gente neste artigo!

CARTÃO SANTANDER SX
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO SANTANDER SX

SEM ANUIDADE
 
PONTOS
Cartão de crédito Santander SX que pode ser sem anuidade
Você permanecerá no site atual

O que é o podcast ‘Donas da Conta’?

O podcast ‘Donas da Conta’ é um novo produto que está sendo oferecido pelo Santander para conversar sobre finanças pessoais com as mulheres. Para realizar a abordagem de maneira direta e sincera, a escolhida para as entrevistas foi Carla Lemos.

Anúncios
Publicidade

Ela passará a receber cada dia uma influencer convidada que vai falar um pouco sobre o tema. A ideia é que os ouvintes possam se inspirar e ter conversas parecidas com suas amigas, familiares e colegas.

Vale destacar que Carla é a responsável pelo desenvolvimento criativo e produção, dando vida a cada episódio e propondo assuntos, convidadas e criando roteiros. Ela é colunista do Uol Universa, influenciadora e feminista.

Publicidade

Quando será exibido o programa ‘Donas da Conta’?

O podcast ‘Donas da Conta’ vai ao ar quinzenalmente no Spotify e Youtube e terá inicialmente 8 episódios para debater o uso do dinheiro em suas diversas frentes com convidadas em diversos setores de atuação.

No primeiro podcast chamado de ‘Precisamos falar de dinheiro’, Carla vai bater um papo com Marina Santa Helena, apresentadora de TV, formada em arquitetura e que atualmente está fazendo mestrado com foco em consumo consciente e estilo pessoal.

Os demais episódios ainda não estão definidos, mas conforme antecipamos, contarão também com outras mulheres para falar sobre temas diversos sobre finanças voltadas para as mulheres e empoderamento feminino.


Leia também:


Por que a escolha das mulheres como público?

Publicidade

A escolha das mulheres como público-alvo é justamente pelo fato do público feminino ter uma restrição maior em relação às finanças. Inclusive, no Brasil existem muitas mulheres que sustentam a sua casa.

Mães solteiras que precisam sair de manhã, deixar o filho na creche para pegar o ônibus, ir ao serviço e fazer o dinheiro render no mês. Esse é um público que precisa de mais conhecimento sobre finanças para não passar aperto.

Portanto, ao proporcionar esses bate-papos sobre educação financeira entre mulheres, o Santander passa a promover também o empoderamento feminino. Afinal, se as mulheres forem mais livres financeiramente, mais empoderadas elas serão.

Publicidade

A importância da educação financeira no cotidiano

Alguns conceitos dentro da educação financeira como reserva de emergência nunca foram tão importantes quanto nos dias de hoje. Afinal, o próprio isolamento social imposto pela pandemia veio mostrar a necessidade de ter uma reserva de emergência.

Nesse sentido, muita gente passou a buscar mais conhecimentos, principalmente as mulheres que muitas vezes são chefes de casa, conforme antecipamos. E a busca por educação financeira cresceu por conta disso.

Portanto, o Santander está dando uma verdadeira bola dentro ao procurar criar mídias que falem do tema e façam com que as mulheres procurem mais conhecimento sobre o assunto sem sentirem-se inibidas por conta disso.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.