Cooperativismo de crédito. Por que ele é tão importante?



Anúncios

Você já ouviu falar em cooperativismo de crédito? Talvez sim, talvez um pouco por cima.

A verdade é que pouca gente de fato sabe o que isso significa.

Cooperativismo, em sua concepção, é uma união socioeconômica de pessoas que visa alcançar o bem comum.

A base de tudo é a cooperação entre elas para atingir esse fim.



Anúncios

Por isso, ele é considerado o movimento mais completo, democrático e igualitário que existe.



Anúncios

Portanto, cooperar é progredir. É unir forças. É o auxílio mútuo e a solidariedade.

De onde surgiu o cooperativismo de crédito?

Oficialmente ele nasceu na Inglaterra em 1844.

Foi na cidade de Rochdale, durante a Revolução Industrial, que 27 tecelões e uma tecelã se uniram.

Objetivo? Criar a primeira cooperativa de consumo do mundo.

“Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale”.

Esse era o nome daquela cooperativa que nascia como uma alternativa para fazer frente ao desemprego.

E também combater os preços abusivos que eram praticados pelos comerciantes.

Na saudosa Sociedade dos Probos Pioneiros de Rochdale cada associado contribuiu com uma libra mensal. Em pouco tempo, o capital da cooperativa atingiu 180 libras. E em dez anos, a instituição ultrapassou os mil associados.


Veja também:

Não consigo um cartão. Como melhorar o meu score de crédito?

Qual a diferença entre capital de giro e lucro? Descubra!

Saiba como aumentar o limite do cartão de credito Santander


E no Brasil, quando surgiram as primeiras cooperativas?

O Brasil possui uma história um pouco atípica. O ano oficial da fundação da primeira cooperativa foi 1889.

Naquele ano, era criada a Sociedade Cooperativa Econômica dos Funcionários Públicos de Ouro Preto, em Minas Gerais.

Mas, o que isso tem de atípico?

A verdade é que nossa história mostra que o cooperativismo já havia começado bem antes por aqui.

Há indícios de processos de cooperação desde os primórdios do Brasil.

Os indígenas já praticavam um modelo econômico organizado e coletivo. Ele era baseado, portanto, na caça e na agricultura de subsistência.

Lá pelos anos de 1.600, a chegada das missões jesuítas também introduziram as primeiras bases para a construção de um estado cooperativo mais solidário.

Esse modelo se manteve até 1760.

E ainda há citações históricas mostrando que havia movimentos cooperativistas entre as comunidades quilombolas entre os séculos 17 e 19.

E qual o papel social do cooperativismo de crédito?

Lembra daquele ditado: “A união faz a força”?

Pois é. Ele resume em poucas palavras o papel social do cooperativismo.

Afinal, cooperar é unir o pouco que cada um tem. E por meio dessa união criar a força.

O capital aumenta. Os cooperados ganham influência. E todos saem ganhando.

Desse modo, um sistema transparente, baseado na cooperação, garante mais crescimento e uma distribuição mais justa da renda.

Se a sociedade como um todo fosse amparada no cooperativismo, certamente as desigualdades seriam menores.

E qual a cooperativa de crédito mais antiga do Brasil em atividade?

Hoje, a mais antiga cooperativa de crédito do Brasil é a Sicredi.

Aliás, ela foi a primeira cooperativa criada no país para fomentar a qualidade de vida e o desenvolvimento das pessoas de Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul.

Foi lá, no ano de 1902, que o padre Theodor Amstadt idealizou a Primeira cooperativa de crédito do Brasil.

O modelo era fundamentado na honestidade dos cooperados, não importando se eles possuíam ou não capital.

A Sicredi passou a atuar então com os pequenos produtores rurais daquela região.

A cooperativa cresceu: Hoje ela conta com 4,5 milhões de associados espalhados pelos 22 estados e no Distrito Federal.

Aquela pequena cooperativa de Nova Petrópolis hoje tem 1.900 agências com mais de 300 produtos disponíveis para seus clientes.

Assim como a Sicredi foi a primeira cooperativa de crédito do país, o Bradesco foi o primeiro banco privado.

Ambos trazem em sua história o desejo de construir um país melhor e mais justo.

Gostou deste artigo? Então compartilhe ele com seus amigos nas redes sociais.