Diferenças entre TED e DOC: entenda!



Anúncios



Anúncios

TED e DOC são dois termos bastante frequentes no mercado financeiro. Eles representam os tipos de transferência de dinheiro que podem ser feita nos caixas eletrônicos ou por meio de aplicativos. 

Apesar de terem finalidades parecidas, cada um tem as suas particularidades. Neste artigo, vamos explicar o conceito de ambos, como funcionam e as principais características. 

Então, continue a leitura e tire todas as suas dúvidas. 

O que é TED? 

Nada mais é que uma Transferência Eletrônica Disponível. Nesta modalidade, você pode enviar dinheiro para qualquer instituição financeira de forma prática e com bastante segurança. 



Anúncios

Vamos a um exemplo? Imagine que você tem uma conta digital no Banco (x) e deseja fazer uma transferência com urgência para um amigo que tem uma conta no banco (Y). Para fazer esse processo, basta selecionar a opção de TED em seu aplicativo. 



Anúncios

É fundamental deixar claro que as TEDs têm normas em relação aos valores, horários e prazos que precisam ser respeitadas. Caso contrário, terá dificuldades no futuro. 

Para que uma TED seja enviada para o destinatário no mesmo dia, o remetente deve fazer a transação até 17h de um dia útil (entre segunda e sexta-feira). Geralmente, o valor é encaminhado para a conta do titular em poucos minutos. Quando essa opção ultrapassa o horário permitido, ela é concluída no dia seguinte. 

Nas transações que são feitas no final de semana ou feriados, o valor do TED é encaminhado no próximo dia útil. Porém, você não precisa esperar para efetuar esse processo. Basta fazer um agendamento da operação. 

Veja mais em: 

Quais são as contas digitais que o dinheiro rende mais que a poupança?



Anúncios

Como sobrar dinheiro no final do mês? Descubra aqui!

Aplicativos para controlar dinheiro. Descubra as melhores opções!

O que é DOC? 

Trata-se de um Documento de Ordem de Crédito (DOC). Nesse caso, o valor permitido para transferência é de até R$ 4.999,99. Se você deseja fazer uma operação financeira maior, recomendamos optar pelo TED. 

Ao contrário do que ocorre com o TED, a operação do DOC é concluída apenas no dia útil seguinte da transação. Para que isso seja feito com sucesso, é necessário enviar o DOC até às 22h. 

Por exemplo: imagine que você precisa fazer uma transferência para um fornecedor e só conseguiu efetuar o processo às 22h30 de uma terça-feira. Logo, o dinheiro cairá na conta dele somente na quinta feira. 



Anúncios

Qual tem o custo mais alto? 

O valor das operações financeiras depende de cada instituição. Você pode, por exemplo, contratar pacotes para abater os custos com esses serviços. No mercado, existem várias alternativas de planos que isentam o consumidor das tarifas, além de liberar as transferências de forma ilimitada. 

Uma dica interessante para driblar as tarifas que são cobradas pelos bancos tradicionais é fazer um cadastro digital. Bancos como Inter e Nubank garantem isenção de taxas para o consumidor. 

Como o Pix pode mudar as finanças dos brasileiros? 

O Banco Central desenvolveu um sistema de pagamento – o Pix – que promete facilitar a vida dos brasileiros. Ele permite que um correntista de um banco faça transferências e pagamentos em poucos segundos. O processo é gratuito e sem burocracia para o consumidor. 

Outro ponto positivo do Pix é em relação as regras. Ele pode ser feito em qualquer dia ou horário da semana. Não existem restrições como ocorre com o TED e o DOC. 

Na prática, o dinheiro sai de uma conta (x) e é encaminhado para a conta (y) por meio dos dados bancários ou uma chave Pix, que pode ser o CPF, CNPJ, e-mail e até o número de celular. Se optar por uma das chaves, não será necessário informar o número da conta. 



Anúncios

O Pix é liberado entre pessoas, entre pessoas e estabelecimentos comerciais e entre estabelecimentos e governo.

Após conhecer as diferenças entre TED e DOC, acesse o site do Santander e saiba como funciona o Pix dessa instituição financeira.