Disputa acirrada por influenciadores: entenda essa nova tendência dos bancos

Na busca por uma maior humanização nas campanhas publicitárias, os bancos tradicionais e digitais entraram em uma disputa acirrada por influenciadores digitais, buscando personalidades para se tornarem embaixadores da sua marca.

Publicidade
Anúncios

Mercado digital

Influencers

Que o mundo está mudando, ninguém pode negar, afinal, há alguns anos atrás, os garotos propagandas das grandes instituições financeiras eram, em sua maioria, artistas renomados ou até mesmo jogadores de futebol.

No entanto, com o crescimento rápido das redes sociais, uma nova tendência está surgindo. Trata-se da busca por influenciadoras digitais. Inclusive, os bancos estão disputando para ver quais deles possuem as influenciadoras mais impactantes.

Para alguns especialistas em marketing, essas ações mostram uma maior preocupação dos bancos, principalmente os digitais, em fortalecer a marca, tornando-as mais humanizadas. Quer saber mais sobre isso? Vem com a gente.

CARTÃO BANCO PAN
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO BANCO PAN

CASHBACK
 
PONTOS
Use mais, pague menos e controle tudo pelo App!
Você permanecerá no site atual

Disputa por influenciadoras digitais

As instituições financeiras estão buscando cada vez mais influenciadoras que se conectem com suas marcas. Isso pode ser visto em algumas ações realizadas recentemente por instituições como Nubank e Banco Pan.

Anúncios
Publicidade

No caso do Nubank, a Anitta, cantora pop brasileira, foi chamada para compor o conselho de administração. O Banco Pan seguiu o mesmo caminho e anunciou o apresentador Luciano Huck como o mais novo membro do conselho consultivo.

Tatá Werneck tornou-se recentemente embaixadora do Banco Next e Marina Ruy Barbosa a embaixadora do Banco Safra. O C6 Bank, para não ficar para trás, chamou a modelo Gisele Bündchen para ser a embaixadora da empresa.

Publicidade

Inclusive, uma das peças veiculadas em diversos canais de comunicação, a top model se apresenta de “cara limpa”, fora das passarelas, e com um discurso pregando a transparência e afinidade com a instituição.


Veja também:


A busca pela humanização da marca

O que os bancos digitais estão buscando, são influenciadoras capazes de trazer clientes por meio da conexão. Afinal, as pessoas costumam se conectar com pessoas e não com marcas. E os bancos digitais parecem ter entendido isso.

De acordo com Thiago Cavalcante, a estratégia de escolher embaixadores para as marcas e até nomear pessoas famosas para o conselho de administração, além de dar mais alcance, também melhora a reputação da empresa.

Publicidade

Afinal, por terem uma dedicação maior, a marca ganha a confiança que o consumidor deposita naquela pessoa, principalmente quando se trata de estrelas com reconhecimento internacional.

E quanto mais sincera e transparente se mostra essa relação, melhor é o desempenho de uma campanha. Além disso, as empresas costumam ver também o engajamento dessas celebridades nas redes sociais.

Afinal, o que as marcas buscam ao contratar as embaixadoras é trazer o público-alvo que se conecta a elas. Por exemplo, o público da classe D e C tem uma grande conexão com a Anitta, e por isso ela foi a escolha do Nubank.

Publicidade

A mudança do marketing na atualidade

Conforme a televisão e o rádio vão perdendo espaço para os canais digitais como YouTube, Facebook, Instagram e até mesmo o TikTok, as marcas tentam se posicionar procurando por pessoas influenciadoras nesses meios.

Além disso, as campanhas pontuais estão dando lugar para algo mais sólido e com maior conexão. Por exemplo, os bancos estão deixando de chamar um artista apenas para fazer um comercial.

Eles querem é fazer com que o artista seja a cara da marca, que por consequência tem a cara dos seus seguidores. Essa é uma nova forma de fazer campanhas publicitárias, que estão se tornando cada vez mais humanizadas.

Isso sem falar na busca por diversidade que também está se intensificando. Ou seja, como 55% da população do Brasil é autodeclarada negra ou parda, as marcas estão buscando influenciadoras que tenham essa cara do Brasil.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.