Dono da Havan teve auxílio emergencial aprovado. Entenda este caso



Anúncios



Anúncios

Por incrível que pareça, o dono da Havan, um dos bilionários do país é um dos beneficiários do auxílio emergencial criado pelo governo para ajudar as pessoas que mais precisam.

Não, você não leu errado. Embora não tenha sido ele quem tenha solicitado o benefício, a aprovação mostra as falhas cometidas no momento da análise pelo DataPrev.

Recentemente, o filho do apresentador William Bonner também foi alvo de golpistas. Sendo assim, usaram o CPF e os dados pessoais dele para solicitar o auxílio emergencial que também foi aprovado.

Contudo, tanto em um caso quanto em outro as contas para receber o valor do benefício não são deles. Desse modo, eles foram vítimas de hackers que estão fazendo isso com diversas outras pessoas.



Anúncios

Para evitar que você também seja alvo de criminosos e tenha o seu CPF usado para a solicitação de benefícios sociais, é importante consultar a página do benefício periodicamente para verificar as informações.



Anúncios

Como saber se meu CPF foi usado em uma fraude?

Para solicitar o auxílio emergencial, o cidadão precisa informar alguns dados básicos a seu respeito como CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento.

Existem, no entanto, 5 respostas possíveis para consultar a situação do benefício e saber se há algo errado com o seu CPF e se você foi, portanto, vítima de algum tipo de fraude.

Quando alguém não fez a solicitação do benefício ainda, ao digitar o CPF para consulta aparecerá a frase “requerimento não encontrado”. Isso quer dizer que a Dataprev ainda não recebeu o requerimento deste cidadão.

No entanto, se aparecer as mensagens: benefício aprovado, benefício não aprovado, requerimento retido ou dados inconclusivos, certamente o seu CPF foi alvo de fraude, e fizeram a solicitação do benefício no seu nome.


Veja também:



Anúncios

Poupança Social Digital Caixa: tire aqui todas as suas dúvidas!

Programa de fidelidade Oi Pontos está sendo encerrado

Auxílio emergencial: reanálise pode fazer beneficiários não receber a terceira parcela


Entendendo cada uma dessas situações no auxílio emergencial

Quando o benefício aparece como aprovado, o cidadão foi considerado elegível para receber o auxílio emergencial. Dessa forma, mediante um calendário e uma conta cadastrada, ele irá receber as três parcelas do benefício.

Já a mensagem “benefício não aprovado” significa que o cidadão não é elegível para receber o auxílio emergencial. Sendo assim, alguns critérios necessários não foram atendidos e o solicitante não terá o direito de receber as parcelas.



Anúncios

Quando a mensagem for de requerimento retido, quer dizer que os dados ficaram retidos pela equipe de homologação do Ministério da Cidadania por conta da complexidade de cenários e cruzamentos, e um novo processamento de informações será realizado.

Por fim, dados inconclusivos significa que o sistema encontrou problemas nos dados dos cidadãos, o que impede a análise. Nesse caso, é necessário corrigir os campos que estão errados e reenviar o cadastro.

Portanto, se você não fez a solicitação do benefício e no sistema da Caixa aparece alguma dessas situações, é preciso fazer uma denúncia para as autoridades.

Em caso de fraude no auxílio emergencial é preciso denunciar

De acordo com o Ministério da Cidadania, se houver suspeita de fraudes no seu CPF, é preciso registrar uma denúncia no sistema Fala.br que é uma plataforma integrada de ouvidoria e acesso à informação da controladoria geral da união).

Além da plataforma que está disponível na internet, o cidadão também pode registrar a denúncia pelos telefones 121 ou 0800 7070 2003. 



Anúncios

Infelizmente, diante da fragilidade de cruzamento de dados no momento da análise do auxílio, muitos criminosos estão se aproveitando desta situação. Por isso é tão importante consultar o seu CPF no sistema da Caixa.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.