Economia Sustentável pode gerar 2 milhões de empregos no Brasil

Investimentos na Economia sustentável: poderia aumentar o PIB e gerar emprego como também melhorar a resiliência do país às mudanças climáticas que já são realidade.



Anúncios



Anúncios

Economia Sustentável

Economia Sustentável

Um investimento na chamada economia sustentável, poderá criar cerca de dois milhões de empregos no Brasil e adicionar aproximadamente R$ 2,8 trilhões ao PIB do país.

Os dados são resultados de um estudo realizado pela WRI Brasil, UFRJ, ex-ministros de finanças e executivos do banco mundial.

O estudo intitulado “Uma Nova Economia para uma Nova Era” sugere que para superar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus é necessário que o país invista na economia verde.

Isso ajudaria não só a aumentar o PIB e gerar emprego como também melhorar a resiliência do país às mudanças climáticas que já são realidade.



Anúncios



Anúncios

Esse estudo faz parte da Global New Climate Economy, que tem como objetivo mostrar maneiras de combinar o desenvolvimento econômico com as respostas ao aquecimento global.

O estudo vai de encontro ao que está acontecendo no mundo, visto que as mudanças climáticas poderão causar ainda mais impacto do que a pandemia de Covid-19.

Entendendo a Economia Sustentável

Para pensar na aplicação da chamada economia sustentável, o estudo focou em três setores considerados estratégicos para a economia brasileira: indústria, agronegócio e infraestrutura.



Anúncios

Dessa forma, o relatório apontou a evolução se houver investimento na área estrutural. De acordo com o estudo, uma infraestrutura de qualidade é capaz de reduzir tanto os custos quanto os impactos da degradação ambiental.

Além disso, o investimento também permite uma maior resiliência a eventos extremos que possam acontecer de maneira mais intensa e também mais frequente.

De acordo com Carolina Genin, diretora de Clima do WRI Brasil e coordenadora do estudo, em todas as crises é essencial investimentos em infraestrutura para a recuperação do emprego e renda da economia.

Contudo, é preciso que o Brasil seja capaz de atrair investimento privado internacional, e para isso seria fundamental ter um “selo” de desenvolvimento sustentável garantindo que a obra não terá nenhum conflito socioambiental.

Outro setor estratégico para a sustentabilidade

Além da infraestrutura, o setor industrial, também é altamente estratégico para a economia sustentável assim como para a geração de emprego e renda no país.

Por isso, o estudo propõe que é preciso inovar a partir de tecnologias que são altamente sustentáveis e capazes de reduzir o consumo de combustíveis fósseis.

Até porque, é a queima dos combustíveis fósseis a principal causadora do aquecimento global, e por essa razão é preciso pensar em projetos nesse sentido.



Anúncios


Veja também:


A importância do agronegócio para a economia sustentável

No caso do agronegócio, a proposta do estudo é que o solo seja usado de maneira mais eficiente, para então reduzir a pressão sobre a Amazônia.

Além disso, é preciso também recuperar um total de 12 milhões de hectares de pastagens, sendo que o setor pode chegar a ganhar até R$ 19 bilhões em produtividade agrícola até 2030.

De modo geral, esses setores conjuntamente poderiam reduzir em 42% as emissões de gases de efeito estufa no Brasil até o ano de 2025 comparado ao ano de 2005.

Um outro ponto é que existem uma série de políticas no Brasil que podem abrir caminho para a economia verde. E se o país optar por esse caminho, esse não será um processo disruptivo.

Ou seja, isso além de não prejudicar os principais setores da economia, ainda vai torná-los mais produtivos e eficientes do que são hoje.

No entanto, existe uma janela de oportunidades que se fecha nos próximos meses. Por isso é preciso pensar seriamente no uso desses recursos de maneira séria e sólida. 



Anúncios

Sendo assim, se vamos pensar em ter mais ônibus que sejam elétricos por exemplo. Essa é uma questão não só ambiental mas também de competitividade econômica.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.