Educadora financeira da Acordo Certo, ensina como não cair no golpe do falso boleto

Com o avanço da tecnologia, as possibilidades de golpes também aumentaram. Confira como não ser vítima de um!

Publicidade
Anúncios

Acordo Certo

O boleto bancário é um dos métodos de pagamento preferidos dos brasileiros, além de ser um dos mais práticos para pagar todo tipo de conta, como impostos, tributos, produtos online e até mesmo as contas de casa. Os boletos também podem ser usados para fazer depósitos em contas e carteiras digitais.

Por essas facilidades, os boletos também chamam a atenção dos golpistas. Por isso, você precisa estar muito atento(a) na hora de fazer o pagamento de uma conta para não cair no golpe do boleto falsificado. 

Mas como se proteger? Confira a seguir 5 dicas da educadora Acordo Certo para você não sofrer com este tipo de problema.

ACORDO CERTO
EMPRÉSTIMO

ACORDO CERTO

TAXAS BAIXAS
 
DINHEIRO RÁPIDO
Faça seu empréstimo com segurança e rapidez
Você permanecerá no site atual

5 Dicas para se proteger dos boletos falsos

Uma alternativa para evitar pagar boletos falsos é utilizar outros meios de pagamentos. Mas se você utilizar o Pix, é fundamental conferir os dados de quem vai receber a transferência para ter certeza de que está enviando para a pessoa certa.

Anúncios
Publicidade

De qualquer forma, se você preferir pagar com o boleto, confira as dicas a seguir!

1- Confira os números do código de barras

A primeira dica é para que você sempre confira os números dos códigos de barras. Mas como identificar os falsos e verdadeiros? É muito simples. Nos boletos verdadeiros, os códigos de barras sempre aparecem com os números na parte superior e inferior, e eles devem ser sempre exatamente iguais. Os três primeiros números da sequência são o código do banco emissor do boleto. Portanto, é um bom ponto de atenção. Se você encontrar qualquer divergência, desconfie e não faça o pagamento.

Publicidade

2- Verifique a fonte emissora

As pessoas mal intencionadas estão sempre ligadas em todos os movimentos que as vítimas estão fazendo, especialmente quando se trata do ambiente virtual na Internet. Por isso, se você acessou uma loja e quer fazer uma compra online, sempre emita o boleto por meio do canal oficial. Nunca clique em boletos que são enviados por WhatsApp, SMS e e-mail, especialmente se eles não tiverem sido acordados previamente. 

3- Confira os dados do boleto antes de fazer um pagamento

Sempre que você for realizar um pagamento por meio de boleto, confira todas as informações, especialmente na escrita. Geralmente, os golpistas mandam boletos com erros ortográficos. Se você detectar qualquer erro, a probabilidade de ser verdadeiro é muito baixa. Portanto, a gramática é um bom termômetro para fazer esse tipo de análise. Vale também conferir o nome do beneficiário, a data de vencimento e o CNPJ. Qualquer dúvida, pesquise o CNPJ na Internet para conferir a idoneidade do boleto. Se desconfiar, não pague e faça a emissão de um novo boleto por meio do canal oficial. 

4- Atente-se ao valor do boleto

Ao final do boleto, você sempre verá o valor total do boleto, próximo ao código de barras, onde aparecerá “valor do documento”. Se as informações não baterem, provavelmente você está com um boleto falso em mãos. Atente-se também ao valor da cobrança caso ele esteja diferente do que foi acordado com a empresa, ou então caso sejam cobranças fixas. Qualquer divergência, entre em contato com a empresa e não faça o pagamento até esclarecer estes pontos. 

5- Confira os dados dos beneficiários 

Publicidade

Por fim, sempre confira o CNPJ do beneficiário. Algumas empresas utilizam o nome fantasia, outras a razão social. Se você desconfiar do nome por qualquer motivo, entre em contato com a empresa ou faça uma nova busca na Internet. 

Agora que você já sabe como não cair no golpe do boleto falso, aproveite para compartilhar este conteúdo em suas redes sociais e ajude mais pessoas a não caírem nesse tipo de armadilha. Você pode fazer a diferença simplesmente compartilhando!