Enviar e receber dinheiro: como fazer?

Atualmente existem diversas maneiras de enviar e receber dinheiro pelo smartphone. Pix, DOC e TED são apenas algumas delas e também as principais. Descubra como fazer transferências online!



Anúncios



Anúncios

Transferir dinheiro

enviar e receber dinheiro

Lembra quando para transferir dinheiro, seja via DOC ou TED, você tinha que ir até o banco e enfrentar uma longa fila para fazer isso na boca do caixa? E o pior: você ainda precisava pagar por isso.

Pois é, o mundo evoluiu e quem diria que hoje transferir dinheiro fosse tão fácil. Podemos fazer isso no meio de um filme, jantando, brincando com nossos filhos ou até mesmo na beira do mar. São novos tempos.

Mas apesar dessa evolução tecnológica, ainda tem muita gente que não sabe bem ao certo sobre como enviar e receber dinheiro e o custo que isso tem. Você é uma delas? Então vem com a gente neste artigo para saber tudo o que precisa.

Como enviar e receber dinheiro?

Se fosse há dez ou quinze anos atrás eu diria que a melhor maneira para você enviar e receber dinheiro era indo até a casa da pessoa que você queria pagar. Certamente iria perder menos tempo.



Anúncios

Mas hoje não. São várias as maneiras que você pode fazer isso, mas as principais são o DOC, TED e PIX. O Pix é o mais recente, e talvez o mais eficaz, por isso vamos começar esse artigo falando um pouco dele.



Anúncios

Como faz para transferir dinheiro via Pix?

Para transferir dinheiro via Pix, o primeiro passo é cadastrar uma chave Pix na instituição financeira que você possui conta. Isso é simples e leva menos de um minuto. Essa chave pode ser o CPF, CNPJ, número do celular, e-mail ou então uma chave aleatória disponibilizada pelo próprio Banco Central.

Pois bem, uma vez com a chave cadastrada você seleciona a opção “Pix” e diz como quer enviar o dinheiro. Pode ser informando a chave ou então escaneando um código chamado de QR Code.

Nessa segunda opção você precisa ter esse código disponibilizado por quem irá receber o valor. Já na primeira alternativa basta digitar a chave Pix de quem você quer pagar, informar o valor que irá transferir e pronto. O dinheiro estará com a pessoa em 10 segundos.

E sabe o que é melhor? Não tem custo nenhum para fazer isso. E você pode fazer a transferência a qualquer hora do dia, em qualquer dia da semana. Realmente é uma nova maneira de fazer transferências, bem mais prática.


Veja também:



Anúncios


E o TED e DOC, como funcionam?

Antigamente a diferença entre o TED e DOC estava no valor. O TED só era permitido para operações acima de R$ 5 mil e caía no mesmo dia na conta de destino. Já o DOC era usado para operações abaixo desse valor, e o dinheiro entrava na virada da meia-noite na conta de destino.

Hoje em dia, ambas as operações podem ser feitas por qualquer valor, só que a lógica ainda é a mesma. O TED é disponibilizado no mesmo dia, enquanto o DOC só cai na virada da meia-noite na conta de destino.

Alguns bancos ainda cobram por esse tipo de serviço, outros disponibilizam gratuitamente para os seus correntistas. Mas com a chegada do Pix, eles estão sendo cada vez menos utilizados pelos usuários.

Existem outras formas de transferência?

Fora essas três maneiras que citamos, você pode pagar um boleto para uma pessoa e o dinheiro cair na conta dela. É uma forma de transferência. Alguns aplicativos ainda permitem usar o limite do cartão para transferir dinheiro.

Esse é o caso do PicPay e do Mercado Pago. Mas para realizar essa operação é preciso que a conta de destino também esteja dentro dessas plataformas. Além disso, essa operação também tem um custo para quem está pagando.



Anúncios

A vantagem é que dá para dividir a transferência em algumas parcelas. É uma forma de parcelar uma dívida. Resumidamente, essas são as várias maneiras de transferir dinheiro hoje em dia.

Então, seja pelo BMG, Santander ou Banco Pan, a verdade é que nunca foi tão simples transferir dinheiro. Gostou deste artigo? Então compartilhe com todos os seus amigos nas suas redes sociais.