JUSTA: linha de crédito para pequenos e médios varejistas

Conheça a linha de crédito para pequenos e médios empreendedores da fintech Justa. Com 6 meses de carência e até 18 meses para pagar.

Publicidade
Anúncios

JUSTA

justa
JUSTA libera novas linhas de crédito para pequenos empresários

Uma parceria entre a fintech JUSTA e o BTG Pactual está levando uma linha de crédito de até R$ 10 mil para pequenos e médios varejistas.

A iniciativa vai de encontro com a situação pela qual vem passando o mundo. Por conta da pandemia de coronavírus, micro e pequenos empreendedores estão enfrentando uma imensa dificuldade para manterem os seus negócios.

Muitas empresas, inclusive, se viram da noite para o dia sem nenhum faturamento e também sem nada de dinheiro em caixa. A situação se agravou com o tempo, visto que o isolamento social está permanecendo por mais tempo do que o previsto.

Foi pensando em ajudar esses empreendedores que as duas empresas se uniram para levar a linha de crédito para quem realmente precisa.

Anúncios
Publicidade

Linha de crédito JUSTA e BTG Pactual

A parceria entre JUSTA e BTG Pactual, vai levar até R$ 3 milhões de crédito para micro e pequenas empresas de todo o país.

A linha de crédito terá 6 meses de carência e até 18 meses para pagar. As condições de pagamento serão bastante facilitadas, sendo que o crédito disponibilizado poderá variar de R$ 500 até R$ 10 mil.

Publicidade

Portanto, é possível ver que até aquele pequeno comerciante será atendido pelo crédito. Para identificar a demanda, a JUSTA analisou os dados da sua plataforma e viu que muitos empreendedores que a usam estão precisando de ajuda neste momento.

Por isso, a ideia é que a liberação do crédito seja rápida e sem burocracia. Dessa forma, basta que o empreendedor entre na plataforma para acessar o crédito.

Os recursos, serão portanto, disponibilizados à vista na conta do empreendedor que poderá usá-los de forma livre. Ou seja, para novos investimentos, para capital de giro, ou até mesmo para pagar as contas atrasadas da empresa.

Mais folga no fluxo de caixa das pequenas empresas

Publicidade

A ideia do crédito é dar um pouco mais de folga para o fluxo de caixa das pequenas empresas que já estão enfrentando uma queda no faturamento.

Portanto, ao facilitar o pagamento em até 18 meses, os empresários poderão respirar um pouco mais aliviados e fazer um planejamento de redução de custos dos seus negócios.

O momento não está fácil para ninguém. Estimativa do Boletim Focus projeta que a retração do PIB será de aproximadamente 6,25% neste ano. Sendo que o crescimento para 2021 é previsto em 3,50%.

Publicidade

Por isso, a JUSTA está atuando como uma máquina de crédito do pequeno e médio varejo, em especial nas pequenas e médias cidades.

Um dos diferenciais da fintech é a prestação de um serviço de excelência com o sotaque regional. Eduardo Vils, fundador da JUSTA, diz que a fintech conhece a necessidade dos seus clientes em cada canto do país.


Veja também:


Um pouco mais sobre a JUSTA

A JUSTA é uma fintech que foi fundada no ano de 2018, sendo que a empresa possui sede tanto em Alphaville em São Paulo quanto em Recife no Pernambuco.

A instituição atua em todo o território nacional, sendo que centenas de lojistas fazem parte da sua plataforma. Um dado interessante é que 50% dos clientes da fintech estão localizados na região Nordeste.

Para chegar em todos os cantos do país a JUSTA firmou parcerias com mais de 200 representantes regionais, sendo eles denominados de JUSTOS. O objetivo da fintech é chegar a 1.000 parceiros nos próximos meses.

Publicidade

Como o BTG Pactual, que é o maior banco de investimentos da América Latina, apoia iniciativas solidárias de combate à Pandemia, o banco escolheu a JUSTA para liberar essa linha de crédito para os empreendedores do Brasil.

Gostou deste artigo? Deixe o seu comentário, sua sugestão e compartilhe esta notícia com seus amigos nas redes sociais.