Fintech Zro Bank quer revolucionar o mercado de câmbio!

fintech Zro Bank
Fintech Zro Bank quer revolucionar o mercado de câmbio! - Imagem: Reprodução / Internet.
Publicidade

Você já ouviu falar da fintech Zro Bank? Guarde bem esse nome, pois se for viajar ao exterior poderá usar esse App.

A fintech Zro Bank foi fundada recentemente, fruto de uma parceria um tanto quanto inusitada.

Três sócios de uma rede com cerca de 200 agências de câmbio espalhadas pelo Brasil decidiram acabar com o próprio negócio.

Sim, você não leu errado. Quer saber mais? Continue com a gente.

O que é a fintech Zro Bank?

A fintech Zro Bank é um aplicativo que promete substituir as tradicionais agências de câmbio no país.

Conforme já antecipamos, ela foi desenvolvida por três sócios de uma das maiores redes de agências de câmbio do Brasil.

Publicidade

Eles acreditam que daqui alguns anos não fará mais sentido alguém sair de casa para trocar reais por dólar, euro ou qualquer outra moeda.

Então, eles decidiram acabar com o próprio negócio. E criaram a Zro Bank.

Nesse App qualquer pessoa poderá comprar e vender moedas.

Além de ter uma conta internacional, fazer transferências e pagamentos para o exterior e também operar bitcoins e outras criptomoedas.

Edisio Pereira Neto, CEO do Zro Bank, diz que é como se ele fosse dono de uma frota de táxi lá atrás e decidisse criar o Uber.

Publicidade

Portanto, ele acredita que se alguém tem que destruir o negócio deles, que sejam eles mesmos.


Publicidade

Veja também:

Conheça 5 motivos para ter um cartão de crédito!

Entenda as chaves do Pix de uma vez por todas

Bradesco Neo Visa: sem taxa de anuidade e vários benefícios


Quem mais está por trás da fintech Zro Bank?

Além de Edisio, embarcaram nessa empreitada, Marcos Carnut e Sérgio Massa, além de mais três investidores: Juliana Assad, Tulio Santos e Vivian Portella.

Eles acreditam que a mudança de hábito das pessoas não será de uma hora para outra.

Mas possuem a convicção de que essa é a tendência, e de que nada adianta lutar contra ela.

Edisio acredita que até 2030 não haverá mais casas de câmbio, sendo que a partir de 2025 o volume será tão baixo que irá inviabilizar muitas delas.

Publicidade

Foi justamente por vislumbrar esse cenário, que eles se uniram para fundar o Zro Bank.

E o App já está funcionando?

O aplicativo foi lançado há aproximadamente um mês. Porém, os principais serviços serão disponibilizados somente a partir de novembro.

É a partir de então que os clientes poderão comprar e vender moedas, assim como fazer pagamentos e transferências ao exterior.

Já a conta internacional estará disponível apenas em fevereiro de 2021.

Publicidade

Por enquanto o App está apenas oferecendo serviços bancários, funcionando como uma conta digital completa.

Para isso os sócios firmaram uma parceria com o banco Topázio, que está por trás das operações.

Além das transferências, pagamento de boletos, e outros serviços bancários, é possível também ter um cartão de débito e operar bitcoins.

Publicidade

Em um mês a fintech já conta com 10 mil contas. No entanto, a expectativa é que haja um salto para 100 mil contas até o final do ano.

E o aplicativo será somente para pessoas de alta renda?

Edisio destaca que o App não será focado somente para pessoas de alta renda que viajam para o exterior.

Ele afirma que a ideia é também destinar o aplicativo para pessoas de renda mais baixa, ajudando assim a bancarizá-las.

Além disso, os anseios dos sócios são ainda maiores. Afinal, eles pretendem também operar fora do Brasil em um futuro não tão distante.

Essa é mais uma fintech que, assim como o PagBank, Banco Inter e Nubank, vem integrar o time dos bancos digitais.

Publicidade

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Publicidade
mitos pix

7 mitos do Pix que você deve parar de acreditar agora

Pix

3 exemplos de como o Pix vai mudar a sua vida!