IPVA 2022: entenda de uma vez por todas sobre o assunto

O IPVA é um imposto que incide sobre a propriedade de um veículo automotor. Ele precisa ser pago todos os anos, sendo que o seu valor varia de acordo com cada estado e modelo dos veículos.

Publicidade
Anúncios

IPVA 2022

IPVA

O início do ano é marcado sempre por novas esperanças e possibilidades. No entanto, junto dele também vem os gastos como material escolar e pagamentos de impostos, sendo que o principal é o IPVA.

Para quem não sabe, IPVA é a sigla de Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores e deve ser pago todo início de ano. O valor do imposto pode ser pago à vista no mês de janeiro, ou então parcelado em 3 meses.

Após um determinado tempo de uso, que pode variar de 10 a 30 anos, o proprietário do veículo não precisa mais realizar o seu pagamento. Esse tempo depende de cada Estado brasileiro, pois, esse é um imposto estadual. Quer saber mais? Vem com a gente!

CARTÃO PAGBANK
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO PAGBANK

SEM ANUIDADE
 
NEGATIVADO
O cartão Visa PagBank* é grátis, sem anuidade e internacional.
Você permanecerá no site atual

O que é o IPVA e quem precisa pagar?

Conforme antecipamos, o IPVA é um imposto que incide sobre a propriedade de um veículo automotor. Ele é cobrado por todos os 26 estados brasileiros e deve ser pago tanto por pessoas físicas quanto empresas.

Anúncios
Publicidade

Por se tratar de um imposto estadual, ele pode variar em valor de acordo com cada Estado, assim como com as regras de isenção. Portanto, em alguns Estados o veículo deixa de pagar imposto em 10 anos enquanto em outros deixa de pagar em 20 anos.

Embora seja um imposto veicular, o dinheiro arrecadado não serve especificamente para melhorias nas estradas ou na infraestrutura dos serviços de transporte. Como o valor é distribuído entre estado e município, cada órgão decide onde investir.

Publicidade

Leia também:


Como é calculado o valor do IPVA?

Cada Estado é responsável por definir o percentual que será cobrado de IPVA, e aplicar sobre o valor do automóvel na tabela FIPE. Sendo assim, para calcular o IPVA basta multiplicar o valor do veículo na tabela FIPE pelo percentual.

Para citar um exemplo, no Estado de São Paulo a taxa do IPVA é de 4% para veículos de passeio. Se o seu automóvel na tabela FIPE possuir o valor de R$ 30 mil, o valor do IPVA a ser recolhido será o seguinte:

  • IPVA = R$ 30.000 * 4% = R$ 1.200

Tanto o valor quanto a data de vencimento podem ser consultados tanto no site do Detran como no site da Secretaria da Fazenda do Estado. Basta então digitar o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), placa e conferir o valor e vencimento.

Qual é a forma de pagamento do IPVA?

Publicidade

O IPVA pode ser pago tanto à vista quanto parceladamente. Normalmente, quem faz o pagamento em uma única parcela, costuma ter descontos. A partir deste ano, em São Paulo já é possível parcelar o valor em até 5 vezes.

Uma vez definido a forma que você vai fazer o pagamento, é só gerar o boleto no site da Secretaria da Fazenda do Estado e fazer o pagamento em qualquer agência bancária, ou até mesmo por aplicativo.

Vale destacar que o pagamento do IPVA é obrigatório, e se não for feito, o motorista sofre com multas e até mesmo com a apreensão do veículo que somente é liberado após o recolhimento do imposto devido.

Publicidade

Como ter isenção do pagamento do IPVA?

A isenção do pagamento do IPVA é dada em alguns casos como para carros de órgãos públicos federais, estaduais e municipais, partidos políticos e suas fundações, além de sindicatos e outras instituições.

Em caso de perda do bem também não é necessário pagar mais o imposto, mas para isso é preciso dar a baixa permanente do veículo. Fora isso, táxi, moto-táxi, deficientes físicos ou mentais, entidades e pessoas com direito a tratamento diplomático também são isentos.

Ademais, micro-ônibus usado em fretamento ou transporte escolar também possuem isenção do imposto. Alguns Estados também dão isenção após um determinado tempo de uso do veículo que pode variar de 10 a 30 anos.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.