Made in Brazil: empresas brasileiras investem em internacionalização

As empresas brasileiras de tecnologia estão crescendo muito rapidamente de dois anos para cá, sendo que a maioria delas já começou o seu plano de internacionalização.

Publicidade
Anúncios

Internacionalização

Made in Brazil

A pandemia mudou bastante a vida das pessoas, e acabou impondo diversos desafios na operação e logística das organizações. No entanto, ela também acabou revelando de maneira mais explícita a transformação digital pela qual o mundo já vinha passando.

Com isso, diversas empresas que atuam com tecnologia, cresceram de maneira bastante expressiva nesse período. Essas empresas expandiram bastante sua atuação em plena pandemia, incluindo processos de internacionalização.

Segundo o estudo Trajetórias de Internacionalização das Empresas Brasileiras 2021 que foi realizado pela Fundação Dom Cabral (FDC), 78% das empresas planejam se expandir para outros países nos próximos anos.

CARTÃO MAGALU
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO MAGALU

SEM ANUIDADE
 
CASHBACK
Um cartão completo para as compras do seu dia a dia!
Você permanecerá no site atual

A expansão internacional das empresas brasileiras

Conforme antecipamos, o setor de tecnologia teve um crescimento vertiginoso nos últimos dois anos. A chegada da pandemia foi um dos fatores que colaborou para acelerar uma tendência que já estava começando.

Anúncios
Publicidade

Por consequência, muitas empresas brasileiras começaram a sua expansão internacional, e das que ainda não começaram, 78% planejam se expandir para outros países nos próximos anos. A Glic, JobConvo e Rupee são exemplos de empresas que já começaram sua expansão.

Glic

A Glic é uma healthtech que é responsável pelo desenvolvimento do primeiro App para diabetes e acompanhamento de glicemia do Brasil. Ela já soma mais de 145 mil usuários em todo o país.

Publicidade

Em 2020, a empresa fez uma parceria com a farmacêutica Sanofi Brasil, dividindo sua expertise e tecnologia para a criação do aplicativo Dits, que também tem o propósito de fazer o acompanhamento de diabetes, mas de maneira integrada com os medicamentos e a base de médicos da Sanofi.

O sucesso foi tamanho que despertou o interesse de outras unidades farmacêuticas e em pouco tempo o App estará disponível para pacientes da Colômbia, Peru, Panamá e Caribe. Após esses países a empresa também deverá chegar ao Uruguai, Chile e Argentina.


Veja também:


JobConvo

A JobConvo é uma startup de recrutamento profissional, seleção e admissão digital que a cada dia avança mais nos seus planos de expansão para novos mercados. Atualmente ela já opera na Argentina, Chile, Uruguai, Peru, Equador, Colômbia, Panamá, México, EUA e Portugal.

Publicidade

Para se ter uma ideia, no ano passado a empresa tinha seis clientes fora do país, e agora esse número mais do que dobrou e hoje já são 15. A expectativa é de um crescimento de 120% na região com um investimento que deve superar meio milhão de reais.

No ano de 2020 a startup obteve um crescimento de 13,3% em relação a 2019, e em 2021 deverá crescer 70,5% em comparação com 2020, considerando a expansão dos negócios no Brasil e no exterior.

Atualmente, cerca de 22% do faturamento da organização vem de outros países, e com o avanço da internacionalização da JobConvo, acredita-se que essa participação fique em torno de 30% a 35% até o final do ano.

Publicidade

Rupee

A Rupee é uma plataforma de tecnologia Kanban e inteligência artificial aplicada à contabilidade, gestão tributária e folha de pagamento. Em apenas 4 anos de operação a empresa já cresceu mais de 335%.

No ano passado a Rupee fez a aquisição da empresa de software Wise It BPM e neste ano iniciou um plano de expansão global começando novas operações em Nassau nas Bahamas.

Com o retorno positivo da primeira filial estrangeira, a Rupee realizou estudos de mercado para definir os próximos passos da expansão e encontrou no mercado britânico apoio para desenvolver a empresa globalmente.

Esses são apenas alguns exemplos de empresas brasileiras que estão conquistando o mundo. Afinal, muitas outras estão expandindo mundo afora levando a marca Made in Brasil para além do oceano.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.