Nubank tem formação voltada para jovens negros

O Nubank está promovendo um programa de formação em tecnologia para jovens negros de SP. Essa iniciativa aumenta as chances de emprego no mercado de trabalho.

Publicidade
Publicidade

O programa gerará oportunidades no mercado através do acesso à tecnologia

O Nubank está promovendo um programa de formação na área de tecnologia para jovens negros de São Paulo. A ideia é expandir o acesso à educação de qualidade e garantir melhores oportunidades de trabalho a esse público-alvo.

O Nubank é uma empresa de tecnologia que tem o objetivo de devolver o controle da vida financeira das pessoas, revolucionando o sistema ineficiente e burocrático praticado por grandes instituições financeiras.

A educação de qualidade já é uma realidade no Brasil, graças à tecnologia. Inúmeras pessoas têm acesso a um vasto conhecimento por meio de cursos gratuitos, certificações e profissionalizações em diferentes áreas da vida.


Leia também:


Como funciona o programa educacional do Nubank?

O Nubank abriu as inscrições para o programa educacional voltado para 400 jovens negros que se encontram em situação de vulnerabilidade da Grande São Paulo.

Anúncios
Publicidade

Qual a faixa etária de jovens que podem participar do programa do Nubank?

Podem participar do programa do Nubank, jovens entre 17 e 25 anos que não estejam estudando e nem trabalhando formalmente, sendo moradores de um dos 10 polos educacionais instalados pela empresa Alicerce Educacional. Os alunos passarão por uma semana de imersão antes de iniciar as aulas do curso.

Para potencializar ainda mais o impacto do projeto, todos os professores, gestores e instrutores incluídos no programa, se autodeclaram como negros. A Alicerce Educacional conta com a parceria da ONG EducAfro, que atua há cerca de três décadas em prol da mobilidade social dos negros, impactando mais de 10 mil alunos em todo o Brasil.

Publicidade

Como será a grade curricular do curso promovido pelo Nubank?

O curso terá a duração média de sete meses, onde os alunos terão aulas todos os dias das seguintes disciplinas:

  • Português;
  • Matemática;
  • Inglês;
  • Habilidades para vida / Descoberta;
  • Programa de Engenharia;
  • Linguagens de programação;

Ao final do curso, a expectativa é que os alunos sejam contratados pelo Nubank ou por instituições parceiras.

Os endereços dos polos educacionais onde serão ministrados o curso do Nubank são:

  • Jaçanã / Tremembé – Avenida Maria Amália, 4.070;
  • Ferraz de Vasconcelos – Rua Dom Pedro II, 770;
  • Vila Baixa – Avenida Guilherme Coaching, 742;
  • Pirituba – Avenida Mutinga, 1813;
  • Osasco I e II – Zona Sul e Norte – Avenidas João de Andrade e Presidente Médici, números 335 e 155;
  • Vila Galvão – Guarulhos – Rua Treze de Maio, 445;
  • Pimentas – Guarulhos – Rua Turvo, 396;
  • Guaianazes – Avenida Miguel da Fonseca, 600;
  • Ferraz de Vasconcelos – Rua Dom Pedro II, 700;
  • Lajeado – Rua Capitão Pucci, 386;

Promovendo a diversidade e a inclusão das pessoas

Publicidade

O Nubank é uma instituição financeira que tem firmado o compromisso de promover estratégias que vão de encontro a diversidade étnico-racial, principalmente no âmbito profissional.

A empresa criou o programa “Nós Codamos”, que tem como objetivo recrutar pessoas que se identificam como pretas e pardas e que queiram fazer parte da equipe de engenharia de software da companhia – obtendo de cara, dois mil inscritos!

A candidatura de vagas para pessoas que se autodeclaram pretas e pardas, já atingiu mais de 60 mil currículos e os processos seletivos estão em andamento! Quase metade das contratações realizadas pelo Nubank (cerca de 47%) são de pessoas negras ou pardas.

Publicidade

A meta do Nubank agora, é contratar duas mil pessoas que se autodeclaram negras até 2025, garantindo um ambiente de trabalho que retrate bem a diversidade social.

  • 500 das 2.000 vagas de emprego serão destinadas ao setor de engenharia;
  • 150 vagas para analistas de negócios;
  • 250 vagas para gerentes de produto, designers e cientistas de dados;

O Nubank já criou também o fundo de investimento Semente Preta, que tem o objetivo de destinar mais de 1 milhão de reais para as startups brasileiras que possuem empreendedores negros e negras à frente do negócio!

Para saber mais sobre educação financeira, clique aqui e confira os artigos que separamos para vocês continuar lendo!