Nova pesquisa revela que Pix está desbancando o cartão de débito

A pesquisa encomendada pelo C6 Bank ao IBOPEdtm, revela que a chave PIX está desbancando o cartão de débito nas formas de pagamento dos brasileiros. Entenda.

Publicidade
Publicidade

Pix está desbancando o cartão de débito

PIX cartão

Lançado no dia 16 de novembro, o Pix está desbancando o cartão de débito. Isso é o que revela uma nova pesquisa encomendada pelo C6 Bank ao IBOPEdtm.

Essa pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 24 de novembro e entrevistou 2 mil brasileiros de todas as regiões do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Pouco menos de um mês do seu lançamento, 92% das pessoas já conhecem o Pix e o consideram um sistema de pagamentos seguro.

Quer saber mais sobre a pesquisa realizada pelo IBOPEdtm? Então vem com a gente neste artigo.

Anúncios
Publicidade

O que revela a pesquisa do IBOPEdtm?

A pesquisa realizada pelo IBOPEdtm, encomendada pelo C6 Bank, revelou dados importantes, e mostra que o Pix está avançando mais rápido do que o esperado.

Para se ter uma ideia, 92% dos entrevistados disseram conhecer o Pix, e 60% deles disseram considerar esse sistema de pagamento melhor do que o TED ou o DOC.

Publicidade

Além disso, 56% dos entrevistados disseram ter intenção de pagar alguma conta de consumo pelo Pix, como água, luz ou telefone.

De acordo com Maxnaun Gutierrez, head de produtos e pessoa física do C6 Bank, esses dados revelam que a adoção em massa do Pix é questão de tempo.

Só para ilustrar, até o dia 3 de dezembro foram feitas 43 milhões de transações via Pix. Em valor, isso ultrapassa a marca de R$40,5 bilhões. 

Publicidade

Até a mesma data, 40,4 milhões de pessoas físicas e 2,5 milhões de empresas haviam cadastrado 99,7 milhões de chaves no Pix.


Veja também:


E o Pix está desbancando o cartão de débito?

A pesquisa do IBOPEdtm, mostrou também que 45% dos entrevistados querem pagar produtos e serviços em estabelecimentos comerciais usando o Pix.

Publicidade

Isso pode ser feito por meio da tecnologia QR Code em uma maquininha ou até mesmo na tela do computador do caixa. 

E por fim, 53% dos entrevistados disseram preferir o Pix ao pagamento com cartão. Dentre os cadastrados, 35% disseram que vão usar o sistema em breve, um terço dos entrevistados disseram que vão fazer isso na medida em que tiverem mais informações sobre o sistema.

Dentre as pessoas que já fizeram a adesão ao Pix, o percentual é maior entre homens entre 25 e 34 anos das classes A e B.

O PIX vai revolucionar o sistema de pagamentos?

Por meio dessa pesquisa, é possível ver que o Pix chegou para ficar. Afinal, não faz nem um mês que o sistema está no ar, e já se popularizou.

Maxnaun Gutierrez diz que o sucesso da plataforma é atribuído a sua simplicidade, praticidade e baixo custo da tecnologia. Afinal, o sistema é gratuito para pessoas físicas.

Só para ilustrar, até o dia 18 de novembro o Pix já estava disponível na plataforma de 735 instituições como bancos, fintechs, financeiras e cooperativas de crédito.

Publicidade

Lembrando que, para usar o Pix, basta cadastrar uma chave no banco que você possui conta. É muito rápido. Não demora nem um minuto.

Publicidade

Essa chave Pix pode ser o CPF, CNPJ, número do telefone, e-mail ou um número aleatório. Essa chave não pode ser usada para duas contas diferentes. Portanto, para cada conta que tiver, será necessário criar uma chave diferente.

Com a chegada do Pix muita coisa vai mudar. De agora em diante passaremos a ter um relacionamento cada vez mais digital com o nosso dinheiro. Isso já começou a alguns anos, com o surgimento dos bancos digitais como o C6 Bank, e agora se intensificou.

Quem sabe daqui uns anos o papel moeda será apenas peça de museu. Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.