O QR Code irá substituir a maquininha de cartão?

Os pagamentos via Pix, QR Code não param de crescer. Será o fim das tradicionais maquininhas de cartão? Continue a leitura e descubra.

Publicidade
Publicidade

O QR Code substituirá a máquina de cartão?

MAQUININHAS QR

Estamos vivendo o fim de uma Era? O Pix será capaz de fazer o QR Code substituir a tradicional maquininha de cartão?

De alguns anos para cá, acompanhamos uma verdadeira guerra das maquininhas de cartão. Houve um avanço jamais visto nesse sentido.

Surgiram novos adquirentes com maquininhas mais modernas e sem custo de aluguel, assim como novas emissoras de cartão. Tudo parecia correr bem, principalmente para o consumidor.

No entanto, veio uma pandemia e simplesmente mudou tudo. E uma tecnologia antiga voltou à tona: o QR Code. E agora ela poderá acabar com as tradicionais maquininhas de cartão.

Anúncios
Publicidade

O que é o QR Code?

QR Code é a sigla de Quick Response Code. Ele nada mais é que um código de barras bidimensional que pode ser escaneado por um smartphone.

Ou seja, é uma maneira do cliente pagar uma conta no restaurante, sem precisar estar com dinheiro ou com o cartão de crédito no bolso.

Publicidade

Essa tecnologia já é antiga. No entanto, sempre houve um certo receio no seu uso mas, devido à pandemia, tudo mudou.

Por conta do distanciamento social, essa opção ganhou força, e também novos gadgets de segurança. Podemos dizer que ela tornou-se a forma mais segura de fazer pagamentos.

Afinal, basta o estabelecimento disponibilizar o código de barras para o cliente e pronto. É só ele apontar o smartphone e pagar.


Publicidade

Veja também:


Quais as vantagens do QR Code?

Geison Correa, CEO e Co-fundador da GrandChef, em um artigo recente, diz que a utilização massiva dessa tecnologia irá trazer quatro principais vantagens para os donos de estabelecimentos.

A primeira delas é a praticidade. Pois os clientes só precisam ter o celular e o App de pagamentos para pagar a conta.

Publicidade

Em segundo lugar, o QR Code conta com um sistema de criptografia que impossibilita que os dados sejam roubados. Isso traz mais segurança para as operações.

A terceira vantagem citada por Correa é a agilidade no atendimento. Isso permite aos estabelecimentos realizar mais vendas em menos tempo.

E por fim, a última vantagem está relacionada ao custo. Afinal, nessa modalidade o lojista não tem taxa e nem mensalidades.

A chegada do Pix e o avanço do QR Code

O Banco Central entendeu o potencial dessa nova modalidade de pagamento. E recentemente lançou o Pix, sua nova plataforma de pagamentos.

Essa nova modalidade promete mudar a forma como nós consumidores transacionamos valores. É realmente uma mudança significativa.

Até porque, agora podemos fazer pagamentos via Pix por QR Code para qualquer empresa. Ou então por um link compartilhado por ela.

Publicidade

Sem contar que o Pix também permite a transferência de valores entre pessoas a qualquer hora do dia em qualquer dia da semana.

Publicidade

Esse avanço somente nos traz uma única certeza: a Era da maquininha de cartão está realmente chegando ao fim.

Será o fim das tradicionais maquininhas de cartão?

Como todo avanço tecnológico, ainda vai demorar um tempo para a mudança ser completa. Por isso, veremos ainda as maquininhas de cartão por um bom tempo no mercado.

Mas, na medida em que a tecnologia vai avançando, as pessoas vão substituir o pagamento via maquininha por pagamento via QR Code.

E isso vai acontecer até o lojista se dar conta de que a maquininha está obsoleta. Quanto tempo isso vai demorar? Ainda é difícil dizer.

Contudo, as bandeiras, adquirentes e outros agentes do mercado de pagamento precisam estar atentos para esta questão.

Publicidade

O PagBank, por exemplo, já está procurando inovar. E os clientes já podem fazer pagamento por lá, somente usando um link da empresa.

Esse é o futuro cada vez mais presente em nossas vidas. Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.