Saiba o que é um ativo financeiro no mercado de investimentos!

Tanto pessoas físicas quanto pessoas jurídicas podem possuir ativos, que em alguns casos podem ser ativos reais ou ativos financeiros. Apesar de parecer a mesma coisa, há algumas diferenças entre eles.

Publicidade
Anúncios

Ativo financeiro

É bem provável que você já tenha ouvido a expressão “ativo financeiro” em algum lugar. Até porque dentro de uma empresa é bem comum os termos ativos e passivos para designar bens e direitos, deveres e obrigações.

No entanto, os ativos financeiros não são exclusivos de pessoas jurídicas, eles também são de pessoas físicas. Ou seja, tanto uma empresa quanto qualquer um de nós pode possuir ativos financeiros.

Contudo, há uma leve diferença entre os ativos financeiros de uma pessoa jurídica e os ativos financeiros de uma pessoa física. Quer saber qual é essa diferença? Então continue com a gente só mais três minutinhos.

CARTÃO C6 BANK
CARTÃO DE CRÉDITO

CARTÃO C6 BANK

CASHBACK
 
PONTOS
C6 Bank conta e cartão personalizados
Você permanecerá no site atual

Ativos de pessoa física

Um ativo de pessoa física pode ser uma propriedade ou qualquer item de valor que uma pessoa tenha. Por exemplo, uma casa, fazenda, renda fixa, parte societária em uma empresa, são ativos financeiros de pessoa física.

Anúncios
Publicidade

Aqui vale ressaltar que existe a diferença entre ativo e ativo financeiro. Dessa forma, as propriedades são ativos físicos tangíveis, sendo que ele tem uma forma física ou até mesmo um valor físico.

Já o ativo financeiro são ações, dinheiro em espécie, títulos, fundos mútuos e depósitos bancários. Repare que uma peculiaridade de um ativo financeiro é que ele é intangível. Ou seja, não possui uma forma física.

Publicidade

Seu valor, normalmente, reflete fatores da oferta e demanda no mercado em que é negociado. Por exemplo, uma pessoa física pode ter uma ação de empresa, cujo valor fique flutuando no mercado.


Leia também:


Ativos de pessoa jurídica

Uma empresa possui uma gama um pouco mais extensa de ativos, sendo que eles podem representar o caixa, estoques, créditos, imóveis, equipamentos, investimentos e por aí vai. Esses ativos são contabilizados no balanço patrimonial.

Dessa forma, os ativos são alocados em três categorias dentro do balanço que dividem a liquidez e duração de cada ativo. As categorias são: ativo circulante, realizável no longo prazo e ativo permanente.

Publicidade

O que mantém os ativos de uma empresa são os passivos. Por isso, o valor do ativo sempre deverá ser igual ao passivo que é composto de todas as obrigações da empresa, assim como o seu patrimônio líquido.

Ativos financeiros podem ser reais?

Conforme falamos no início, um ativo financeiro geralmente é intangível e não é real, mas para toda regra existe uma exceção. Dessa forma, existem as commodities, que são ativos subjacentes reais que são fixados em ativos financeiros como os futuros de commodities.

Além disso, existem também os bens imóveis que são ativos imobiliários associados às ações de fundos de investimentos imobiliários, chamados de REITs. Eles são ativos financeiros, negociados publicamente que possuem um portfólio de propriedades.

Publicidade

Quais são os ativos financeiros mais comuns?

Conforme vimos, existem diversos tipos de ativos financeiros, no entanto, os mais comuns são dinheiro, instrumentos patrimoniais como certificado de ações, direito contratual de receber um ativo e direito contratual de trocar ativos.

Geralmente, os ativos financeiros mais comuns de uma pessoa física são os contratos futuros, ações de empresas, títulos de dívida pública, títulos de investimento bancário, fundos de investimento etc.

No caso da pessoa física não é necessário contabilizar os ativos financeiros em um balanço, mas é preciso fazer a declaração da posse deles no Imposto de Renda, mesmo que isso não gere custo para o contribuinte.

Já uma empresa precisa apresentar os relatórios trimestrais como o Demonstrativo do Resultado do Exercício (DRE), Balanço Patrimonial, dentre outros. Agora você já sabe a diferença entre um ativo financeiro de pessoa física e um ativo financeiro de pessoa jurídica.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas suas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.