Santander oferece 175 bolsas de estudo para mulheres

Em parceria com a London School of Economics and Political Science (LSE), o Santander está oferecendo 175 bolsas de estudo para mulheres que desejam alavancar suas carreiras.

Publicidade
Publicidade

Santander

Santander Universidades

No início do mês de abril, o Santander anunciou uma parceria com a London School of Economics and Political Science (LSE) e irá oferecer ao todo 175 bolsas de estudos para mulheres que querem impulsionar suas carreiras.

As bolsas serão divididas em dois programas: o Santander Women W50 Leadership LSE e o Emerging Leaders. A principal diferença entre eles é que o primeiro programa é voltado para mulheres com experiência de 10 anos na carreira.

Já o segundo programa é voltado para as profissionais em início de carreira e que desejam ser líderes em suas organizações. Com isso, o Santander firma o seu compromisso com o crescimento inclusivo e sustentável.

Como vai funcionar o Santander Women W50 Leadership LSE?

Nesse primeiro programa o Santander está abrindo inscrições para 50 bolsas de estudos. O público-alvo são mulheres com 10 anos de experiência profissional em qualquer empresa, além de inglês nível B2 ou superior.

Anúncios
Publicidade

O programa está disponível para mulheres de 13 países que buscam assumir papéis de liderança nas empresas em que trabalham. A bolsa compreende a matrícula e o curso integralmente que é ministrado 100% online.

“Neste momento de grande transformação, as participantes irão desfrutar, em um ambiente seguro, de um conteúdo de aprendizagem feito sobre medida pela LSE. Além de treinamento de liderança individual e oportunidades para estabelecer contatos com outras participantes de todo o mundo”, afirma Nicolás Vergara, superintendente executivo do Santander Universidades Brasil.

Publicidade

A ideia do programa é estabelecer uma rede de futuras líderes em seus setores, fomentando o network e o diálogo contínuo. Por isso, durante o curso serão trabalhados o desenvolvimento de habilidades de negociação e liderança. A duração do curso é de 03 meses e as inscrições estão abertas até o dia 10 de maio.

Emerging Leaders

Diferente do programa Santander Women W50 Leadership LSE, o Emerging Leaders é voltado para profissionais em início de carreira que desejam ser líderes em suas organizações.

No entanto, o foco do programa também é o mesmo, ou seja, desenvolver habilidades de negociação e liderança entre as mulheres. Para esse programa serão oferecidas 125 bolsas de estudos, e as inscrições vão até o dia 16 de junho.

Publicidade

Embora sejam voltados para mulheres em momentos diferentes na sua carreira profissional, os dois programas acompanham a ambição do Santander Brasil em ser referência do protagonismo feminino no país. Só para ter uma ideia, a meta da instituição é fazer com que as mulheres ocupem 40% dos cargos de liderança até 2025. Hoje esse percentual é de 28,8%.


Veja também:


Um pouco mais sobre o Santander Universidades

O Santander Universidades está há mais de 25 anos no mercado, sendo que já foram destinados mais de 2 bilhões de Euros e concedidas 630 mil bolsas ao longo de todos esses anos. No Brasil, a instituição investe aproximadamente R$ 40 milhões por ano em educação.

Só no ano de 2020 o banco apoiou cerca de 24 mil estudantes em iniciativas de educação, emprego e empreendedorismo. E agora, está procurando ajudar as mulheres a assumirem mais cargos de liderança dentro das empresas.

Publicidade

Com isso a instituição mantém firme o seu compromisso com o progresso e com o crescimento inclusivo e sustentável, buscando ser uma das instituições financeiras protagonistas do empoderamento feminino no país.

Quem deseja participar do Santander Women W50 Leadership LSE, basta acessar este link até o dia 10 de maio para fazer as inscrições. Já quem deseja participar do Emerging Leaders, basta acessar este link até o dia 16 de junho.

Gostou deste artigo? Então não deixe de compartilhar com todos os seus amigos e parentes nas redes sociais e nos ajude a disseminar o conhecimento.