WhatsApp Pay liberado: praticidade ou perigo?

O WhatsApp é um dos aplicativos mais utilizados no Brasil para o envio e recebimento de mensagens. Agora, ele ganhou a função de pagar e realizar transações bancárias.

Publicidade
Anúncios

Pagamentos via WhatsApp

O WhatsApp é utilizado por milhões de pessoas no Brasil, sendo o principal aplicativo de envio de mensagens e ligações de voz ou vídeo. O sucesso do aplicativo é tanto que ganhou a versão Business (para empresas) e agora, o WhatsApp Pay, que auxiliará no pagamento direto pelo aplicativo.

Essa novidade é no mínimo curiosa, pois quem não deseja facilitar a sua rotina ao realizar pagamentos direto pelo WhatsApp? Na terça-feira (30 de março), o Banco Central do Brasil autorizou a função de pagamento no App, tornando-se um recurso promissor e eficiente para as transações realizadas no dia a dia.

Mas, tanta tecnologia assim pode deixar os consumidores vulneráveis, principalmente na internet. Saiba neste artigo o que é, como utilizar, as vantagens e desvantagens do WhatsApp Pay.


Leia também:


Como funciona o WhatsApp Pay?

Os usuários do WhatsApp e WhatsApp Business poderão fazer transferências diretamente no aplicativo, sem precisar recorrer ao App do banco em primeira mão. Assim com o Pix, não haverá qualquer cobrança de tarifas ou taxas de TED e DOC. A aprovação diz respeito às transações que envolvem as empresas Visa e Mastercard no Brasil, em parceria com a Cielo.

Anúncios
Publicidade

A liberação da funcionalidade estava prevista para junho de 2020, mas acabou sendo aprovada nove meses depois – em 2021.

Como é possível realizar pagamentos e transferências via WhatsApp Pay?

O WhatsApp Pay é um tipo de instituição de pagamentos (IP), pela qual se viabilizam serviços financeiros sem a necessidade de emprestar dinheiro ou realizar financiamentos aos clientes, com operações feitas pelo Facebook Pay. Inicialmente, as transferências serão realizadas entre pessoas físicas, para depois ampliar também às pessoas jurídicas.

Publicidade

Será possível ainda usar cartões de débito ou crédito dos seguintes bancos: do Brasil, Nubank e do Sicredi.

Será seguro utilizar o WhatsApp Pay?

Apesar de ser algo novo, especialistas na área de finanças e fintechs como a ABFintechs, afirmam que a função será um aditivo a mais para o usuário, algo que não necessariamente precisa ser usado constantemente, mas estará disponível.

O WhatsApp afirma que os dados serão armazenados e criptografados em um sistema avançado de segurança, administrados por uma rede separada da conta dos usuários. O sistema de criptografia de ponta a ponta não será aplicado, porque os bancos precisam efetuar as transações por meio dos dados dos usuários.

Publicidade

A cada pagamento ou transação realizada, será necessário criar um PIN (código numérico com seis dígitos) para aumentar a segurança das operações. Deve-se aumentar a segurança no aplicativo habilitando a autenticação das transações via biometria – via reconhecimento facial ou impressão digital.

Apesar de já estar liberado pelo Banco Central, o WhatsApp Pay ainda não tem uma data para começar a ser usado no Brasil, o que está gerando muita expectativa entre os consumidores.

Dicas para proteger os seus dados pessoais em aplicativos de pagamento

  • Não compartilhe informações pessoais com desconhecidos, principalmente via chat ou mensagens de WhatsApp;
  • Tenha uma única conta para realizar pagamentos e receber dinheiro;
  • Atualize os seus dados com frequência, mude senhas e códigos de segurança;
  • Alerte os seus parentes e familiares sobre os golpes que podem ser aplicados nestes tipos de aplicativos;
  • Deve-se tomar cuidado para não clicar em links duvidosos, ou que prometam prêmios de alto valor;

Apesar de vivermos em meio a tanta comodidade e tecnologia, é necessário redobrarmos atenção com os dados que compartilhamos durante as transações e pagamentos.

Publicidade

Clique aqui e confira outros conteúdos que preparamos para você usar o WhatsApp com mais segurança no seu dia a dia!