Empréstimo pessoal para as compras de final de ano: vale a pena?

Nem sempre temos dinheiro suficiente para comprar presente de natal para nossa família. Solicitar empréstimo pessoal pode ser uma boa saída? Descubra a seguir.

Publicidade
Publicidade

Empréstimo para as compras de final de ano

Compras Natal

Estamos nos aproximando da reta final do ano. E uma dúvida ronda nossa mente: vale a pena tomar um empréstimo pessoal para fazer compras?

Afinal, nessa época precisamos presentear quem nós amamos. Sejam nossos filhos, pais, afilhados, avós, não importa quem seja.

No entanto, nem sempre temos dinheiro suficiente para comprar presente para todos. Ainda mais em um ano difícil como esse que passamos.

Mas, será que vale a pena tomar um empréstimo pessoal para comprar? É sobre isso que falaremos neste artigo.

Anúncios
Publicidade

Planejando as compras de final de ano

Antes de pensar em tomar um empréstimo para fazer compras no final do ano, é preciso primeiramente fazer um bom planejamento.

Ou seja, pensar em quem você vai presentear e quais são os presentes que vai comprar. Isso vai ajudar a estimar o valor das suas compras.

Publicidade

Se você correr atrás de um empréstimo pessoal antes, poderá tomar um valor superior ou inferior ao desejado. E isso poderá te atrapalhar depois.

Por isso, o primeiro passo que você precisa dar é se planejar. Faça uma lista de quem você pretende presentear. E então procure cotar os preços dos presentes.

Com todo esse planejamento bem feito, então é o momento de pensar qual é a melhor forma de comprar.


Publicidade

Veja também:


Dividir as compras no crediário ou cartão é melhor?

Falamos até aqui sobre a importância do planejamento. E agora vamos esclarecer uma dúvida bem pertinente.

Você pode chegar à conclusão de que comprar no crediário ou no cartão de crédito é melhor do que tomar um empréstimo pessoal.

Publicidade

Se olhar pela ótica dos juros, realmente isso é uma verdade. Mas, dependendo de como for a compra, essa maneira poderá ser um pouco pior.

Para isso é preciso levar em consideração algumas coisas. A primeira é se você irá comprar todos os presentes em um único lugar.

Afinal, se você for comprar um presente em cada lugar, irá ficar com mais de uma prestação. E nem sempre essa prestação terá um prazo longo para pagar.

Nesse caso, o valor da parcela poderá ser insustentável, e você pode ter problemas por causa disso.

E se essas compras forem feitas no cartão e você não conseguir pagar a fatura, irá pagar uma taxa de juros bem maior que o empréstimo pessoal.

Portanto, se as compras forem feitas em locais diferentes, que não dispõe de muito prazo de parcelamento, o empréstimo pessoal pode ser uma boa opção.

Publicidade

Como tomar um empréstimo pessoal para fazer as compras?

Antes de tomar um empréstimo pessoal é preciso pensar de quanto você irá precisar. E isso se faz com planejamento, conforme vimos.

Publicidade

Depois de estabelecer o valor, é preciso saber qual o valor da parcela que cabe no seu orçamento, para então determinar o melhor prazo para pagar.

Uma vez com isso bem definido, chegou o momento de fazer cotações. Ou seja, encontrar o empréstimo com menor taxa de juros.

Atualmente, no mercado, temos diversas opções como o Bom Pra Crédito, empréstimo SIM, banco Pan, Paraná Banco, dentre outros.

Cada uma dessas instituições tem os seus próprios critérios e taxas. O Bom Pra Crédito, por exemplo, é uma plataforma que faz a ponte entre a financeira e você.

Nesse caso, fica até mais fácil fazer algumas cotações e encontrar o melhor empréstimo. Mas, seja como for, o importante é se planejar.

Publicidade

Afinal, com um bom planejamento você pode fazer as compras pagando à vista, ganhando desconto, e depois pagar uma parcela que cabe no seu bolso.

Gostou deste artigo? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.